Mundo

Sete nações prontas para revogar o reconhecimento do Kosovo – Belgrado – CMIO

Belgrado convenceu sete nações a retirar o reconhecimento de Kosovo, afirmou o presidente sérvio Aleksandar Vucic no sábado. Ele não citou nenhum dos países, mas saudou isso como uma conquista da diplomacia sérvia, mostrando que Belgrado conta com o apoio da maioria do mundo.

“Neste momento, na minha gaveta e na gaveta do Ministro dos Negócios Estrangeiros, há sete documentos que confirmam o desreconhecimento do Kosovo”, Vucic disse durante um discurso à nação. Ele observou que Pristina está buscando o reconhecimento do Vietnã e do Quênia, e que Belgrado tem “também funcionou” com essas nações. Ainda não está claro, no entanto, se as posições dessas duas nações no Kosovo mudaram de alguma forma.

Em vez disso, Vucic disse que os diplomatas de sua nação “não ficou de braços cruzados” face ao Kosovo “constante” tenta conquistar a comunidade internacional para a sua causa. “Agora, o número de países que retiraram seu reconhecimento aumentou de quatro para sete”, ele adicionou.

O ministro das Relações Exteriores da Sérvia, Nikola Selakovic, disse em maio que quatro países retiraram o reconhecimento de Kosovo, mas também não os nomearam. Essas nações seriam nomeadas quando necessário, disse ele na época.


Acordo Sérvia-Kosovo alcançado

Vucic fez suas observações quando Sérvia e Kosovo chegaram a um acordo sobre liberdade de movimento. Belgrado concordou em permitir que portadores de carteiras de identidade do Kosovo viajassem livremente para a Sérvia e Pristina disse que concederia os mesmos direitos aos portadores de carteiras de identidade sérvias, incluindo sérvios de Kosovo que vivem na parte norte da região separatista. Vucic sustentou que a medida foi tomada exclusivamente “por razões práticas” e não constitui um passo para o reconhecimento de Pristina por Belgrado.

O acordo mediado pela UE ocorreu após semanas de tensões entre a Sérvia e Kosovo. Certas questões que estremecem as relações entre Pristina e Belgrado, incluindo placas de carros, permanecem sem solução.

Menos da metade dos estados membros da ONU reconheceram Kosovo desde que a região separatista declarou unilateralmente independência de Belgrado em 2008. Nem todos os membros da UE reconhecem Kosovo: Grécia, Romênia, Eslováquia e Espanha ainda não o fizeram.

Do G20, 11 nações o reconhecem e oito não. Aqueles que não reconhecem a independência da região separatista incluem Rússia, China, Índia, Brasil, África do Sul, Argentina, Indonésia e México.

Anteriormente, Belgrado alegou que conseguiu convencer 18 nações a retirar seu reconhecimento de Kosovo. A lista de nações que supostamente o fizeram, de acordo com as autoridades sérvias, inclui principalmente países do Caribe, África e região da Ásia-Pacífico. Kosovo descarta declarações como “Propaganda sérvia”.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.