Mundo

Berlim prepara a nacionalização da Gazprom Germania


A Gazprom Germania havia sido renomeada anteriormente como Securing Energy for Europe (SEFE, na sigla em inglês) e foi gerenciada pela Federal Grid Agency. Enquanto isso, a nova holding recebeu um nome semelhante: Securing Energy for Europe Holding GmbH (SEEHG, na sigla em inglês).
Dois advogados de um escritório de advocacia particular já foram nomeados diretores administrativos da nova holding, publicou o portal Welt am Sonntag, acrescentando que esta “é uma instituição puramente preventiva que atualmente existe apenas como um escudo de lei corporativa”
A Gazprom Germania, uma subsidiária da gigante russa de gás, a Gazprom, costumava operar algumas das maiores instalações de armazenamento de gás natural do país. A empresa foi apreendida como parte das sanções relacionadas à Ucrânia à Rússia.
Panorama internacional

Alemanha ainda não conseguiu encontrar substituto para o gás russo, diz governador da Baviera

Em junho, a Bloomberg informou que o governo alemão planejava alocar até US$ 10,4 bilhões (R$ 52,65 bilhões) para resgatar a Gazprom Germania, que foi confiscada pelo regulador de energia do país em abril. Naquela época, o regulador disse que administraria a empresa no interesse da Alemanha e da Europa.
Em resposta à apreensão, a Gazprom deixou de fornecer gás à empresa, que chegava a cerca de 10 bilhões de metros cúbicos por dia. Em 11 de maio, a Gazprom Germania foi alvo de sanções pela Rússia.
A empresa foi evitada por parceiros comerciais e enfrentou problemas de liquidez, arriscando o colapso dos principais varejistas de gás na Alemanha e no Reino Unido.
O Ministério da Economia da Alemanha disse que estava ciente da holding e que seu estabelecimento era uma medida de precaução para quaisquer medidas de reestruturação.
Presidente russo, Vladimir Putin, em uma coletiva de imprensa após a reunião com o chanceler alemão Olaf Scholz em Moscou, 15 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 27.07.2022

Panorama internacional

Com situação do fornecimento de gás, Putin deixou Europa impotente politicamente, diz The Spectator



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.