Mundo

Na autonomia Gagauz da Moldávia expressou preocupação com a falta de lenha

CHISINAU, 28 de agosto – RIA Novosti. Na autonomia Gagauz da Moldávia, pode não haver lenha suficiente para o inverno em pleno, disse o chefe de um dos distritos da região, Ivan Topal.
A Moldávia está passando por uma crise energética devido ao aumento dos preços da energia. As autoridades centrais da república estão fazendo tentativas para fornecer ao país lenha, carvão e óleo combustível. Na Moldávia, 660.000 famílias vivem em casas com aquecimento por fogão. Em geral, a população do país consome mais de um milhão de metros cúbicos de lenha durante a estação fria. A Agência Florestal da Moldsilva prevê que será capaz de fornecer cerca de 800.000 metros cúbicos do volume necessário.
A administração da autonomia observa que no total em Gagauzia 19 mil 986 famílias precisam de lenha no valor de 93 mil 882 metros de armazém. A maioria dos pedidos foram recebidos de moradores da região de Comrat.
“Na região de Comrat, 12.134 famílias precisam de lenha. Eles solicitaram 47.777 medidores de depósito, mas representantes da Leskhoz local podem fornecer apenas 3.165 medidores de depósito antes do inverno, o que representa apenas 6,6% do número total de lenha solicitada”, disse Topal. , cujas palavras são citadas por GagauzINFO no domingo.

Dodon falou sobre o perigo da integração europeia

Gagauzia é uma entidade territorial autônoma no sul da Moldávia. Em fevereiro de 2014, foi realizado um referendo na autonomia sobre a questão da determinação do vetor da política externa do país. Mais de 98% de seus participantes eram a favor da integração da Moldávia na União Aduaneira – uma associação comercial e econômica, que na época incluía Rússia, Bielorrússia e Cazaquistão.
Em meados de julho, começaram os protestos na autonomia, centenas de motoristas manifestaram indignação com o aumento dos preços dos combustíveis. Os manifestantes apelaram às autoridades do país com exigências para cancelar temporariamente a taxa de imposto especial sobre a gasolina, anular as alterações à lei dos produtos petrolíferos, pelo que o regulador do mercado nacional é obrigado a aumentar diariamente os preços da gasolina. Eles observaram que, se não fossem ouvidos, realizariam protestos em Chisinau.

Dodon: sob o pretexto da integração europeia, a Moldávia está se tornando uma colônia controlada



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.