Mundo

Angola pode aderir ao sistema de pagamentos Mir da Rússia, diz embaixador angolano


Conforme disse Cunha, o governo angolano pode passar a permitir o uso desses cartões no país, assim como fazer movimentos em direção ao comércio mútuo em moedas nacionais.
“Tecnicamente, o uso do sistema Mir em Angola é possível […]. Acredito que Angola pode aderir a este sistema, mas sujeito à conveniência. Isso dependerá muito do nível de nossas relações financeiras e econômicas e do nível de investimento no país”, afirmou.

© Sputnik / Grigory SysoevPresidente da Rússia, Vladimir Putin, e presidente de Angola, João Lourenço, durante encontro em Moscou, 4 de abril de 2019

Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e presidente de Angola, João Lourenço, durante encontro em Moscou, 4 de abril de 2019
Cunha também afirmou que Angola está aberta ao investimento russo e que essa relação poderia incentivar a adesão ao sistema Mir.
“O governo angolano está completamente aberto aos investidores russos e, se a sua quota for significativa, então, é claro, seria conveniente e lógico aderir a este sistema e aceitá-lo”, disse o embaixador, que acrescentou que o rublo russo poderia ser usado para acordos mútuos entre os países, mas que seria difícil usar o kwanza angolano para esse fim.
Atualmente, os cartões Mir podem ser usados na Turquia, Vietnã, Armênia, Coreia do Sul, Uzbequistão, Belarus, Cazaquistão, Quirguistão, Ossétia do Sul e Abkházia.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.