Mundo

Rússia em 'diálogo sério' com AIEA e ONU para visita à usina de Zaporozhie


As informações foram confirmadas à Sputnik pelo vice-diretor vice-diretor do Departamento de Não Proliferação e Controle de Armas do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Igor Vishnevetsky.
Segundo ele, nos últimos dias, “a Rússia está envolvida em um diálogo muito sério com a AIEA e o secretariado da ONU” para garantir que uma delegação da AIEA possa visitar a usina de Zaporozhie.
Vishnevetsky apontou que Moscou quer “garantir ações de salvaguardas“, enfatizando que o governo russo está “muito interessado ​​em que isso [a visita] aconteça“.
Nos últimos dias, a Rússia foi acusada pela mídia de negar à AIEA o direito de visitar a maior usina nuclear da Europa, localizada em Zaporozhie, perto da cidade de Energodar, e atualmente sob controle russo.
Panorama internacional

Na usina de Zaporozhie, Ucrânia bombardeia depósito de lixo nuclear

Sendo a maior e a mais poderosa usina nuclear da Europa, ela está, desde março, sob a proteção dos militares russos para prevenir o vazamento de material radioativo, segundo o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.
No último dia (15), o Ministério das Relações Exteriores da Rússia declarou que não considera seguro que a missão da AIEA enviada para monitorar a usina nuclear chegue à região a partir de Kiev. Igor Vishnevetsky criticou a rota da missão da AIEA.
Recentemente, o representante permanente da Rússia na ONU, Vassily Nebenzia, apontou que, se as forças russas simplesmente deixassem a usina, ela ficaria vulnerável à ação de Kiev e qualquer tipo de provocação para culpar a Rússia poderia ser feita.
As tropas ucranianas já dispararam “várias dúzias” de projéteis pesados ​​contra os sistemas de refrigeração. Moscou afirma que a Ucrânia usa foguetes, artilharia e drones para atacar a usina, e descreveu as ações de Kiev como “terrorismo nuclear” para manter toda a Europa como refém.
As bandeiras dos estados da ONU, dentre elas, a do Brasil, tremulam em frente ao prédio do Centro Internacional com sede da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) em Viena, Áustria, 24 de maio de 2021 (Foto de Arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 15.08.2022

Panorama internacional

Não é seguro missão da AIEA chegar a Zaporozhie via Kiev, diz MRE da Rússia



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.