Mundo

Analista: Jogos Internacionais do Exército 2022 mostram força da Rússia e recuperação da Venezuela


Organizados anualmente pela Rússia, os Jogos Internacionais do Exército deste ano estão para começar. O evento tem início no próximo sábado (13) e se encerra no dia 27.
A edição deste ano será a maior desde o início da competição, em 2015, com a participação de 275 equipes, de 37 países, que disputarão em 36 modalidades.
A competição ocorrerá em 12 países: Azerbaijão, Argélia, Armênia, Belarus, Venezuela, Vietnã, Irã, Índia, Cazaquistão, China, Uzbequistão e Rússia, que sediará a maioria das disputas.
Panorama internacional

Demanda do petróleo venezuelano está crescendo, mas UE está preparada para pagar?

Uma novidade na edição deste ano é a presença de um país ocidental como sede de uma das disputas: a Venezuela, que sediará a competição de atiradores de elite.
Os jogos deste ano ocorrem em um momento crítico para a geopolítica mundial, com a Rússia engajada na operação militar especial na Ucrânia, com forte oposição do Ocidente, e a China envolta em uma crise diplomática com os EUA em torno de Taiwan.
A Sputnik Brasil conversou com Pedro Paulo Resende, jornalista especializado em Defesa e assuntos militares, para saber o que a edição atual pode representar diante do cenário global.
Em primeiro lugar, Resende destaca que a competição é uma prova de força da Rússia diante das sanções ocidentais.

“É uma prova de força porque o Ocidente tem um discurso de que Moscou ficou em situação de isolamento depois de todas as sanções em virtude da operação especial na Ucrânia. E isso é uma prova de que não está [nessa situação]. Esse é o maior dos jogos já promovidos pela Federação da Rússia desde o início.”

Porém ele joga luz, em especial, no significado que essa edição tem para a Venezuela. Ele aponta que a participação nos jogos e o fato de o país sediar uma das competições é também uma prova de que “a Venezuela não está sozinha, não está isolada”.
“Aliás, desde que a operação especial na Ucrânia começou que a Venezuela passou a ser alvo de interesse dos Estados Unidos. Eles voltaram a se aproximar da Venezuela. Mas o ponto principal é esse: mostra que ela tem a solidariedade de boa parte do mundo.”
Resende aponta a força do Exército da Venezuela, país que tem uma antiga tradição militarista. “As Forças Armadas da Venezuela são muito bem treinadas e têm uma moral alta. Os desfiles nacionais mostram isso; são forças muito aguerridas, que mostram orgulho do passado e do presente delas”, explica Resende.
Vladimir Padrino López, ministro da Defesa da Venezuela, discursa durante evento - Sputnik Brasil, 1920, 09.08.2022

Panorama internacional

Venezuela e Colômbia vão reestabelecer cooperação militar, diz ministro da Defesa

Questionado sobre se Caracas pode fazer os jogos militares de vitrine para expor a força de suas tropas, Resende concorda e acrescenta que o país também pode aproveitar a ocasião “para mostrar que voltou à normalidade”.

“Apesar de todas as sanções, a Venezuela começa a voltar à normalidade. Tem inclusive uma avaliação do Credit Suisse, que é o maior banco suíço, de que a Venezuela neste ano cresce 20%. Em suma, é uma prova de que sanções podem atrapalhar muito, mas os países conseguem superá-las, desde que tenham o apoio de parte da comunidade internacional.”

Resende destaca que, no caso da Venezuela, o país “tem o apoio econômico da República Popular da China, o apoio tecnológico da República Islâmica do Irã e o apoio militar da Federação da Rússia” como elementos essenciais diante das sanções ocidentais.
Por fim, questionado sobre se o Brasil poderia ser uma das sedes da próxima edição, Resende diz que “acha difícil que o país receba competições desse tipo”.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.