Mundo

Primeiro navio transportando grãos ucranianos chega à Turquia — CMIO

Dois outros navios que deixaram a Ucrânia na sexta-feira devem chegar em breve, disse a mídia turca

O navio Navistar, com bandeira do Panamá, transportando cerca de 33.000 toneladas de milho ucraniano para a Irlanda, chegou ao Estreito de Bósforo, na Turquia, e ancorou em Istambul, confirmou o Ministério da Defesa turco em comunicado. tuitar no sábado.

A embarcação deverá agora passar por uma inspeção pelos membros do Centro de Coordenação Conjunta antes de seguir para o seu destino, disse o ministério, acrescentando que a verificação deve ocorrer dentro de “horas.” O grupo de inspeção incluirá funcionários da Turquia, Rússia, Ucrânia e da ONU, disse a mídia turca.

O Navistar deixou o porto de Odessa na sexta-feira sob um acordo negociado pela Ucrânia e Rússia e mediado pela Turquia e pela ONU no mês passado. Dois outros navios – o Rojen, de bandeira maltesa, e o Polarnet, de bandeira turca – deixaram o porto ucraniano de Chernomorsk no mesmo dia.


Grão ucraniano fluindo para os mercados globais

A Rojen está transportando cerca de 13.000 toneladas de milho para a Irlanda, enquanto a Polarnet levará cerca de 12.000 toneladas da mesma mercadoria para o porto turco de Karasu. Ambos os navios já entraram em águas territoriais turcas, de acordo com alguns relatos da mídia, e devem chegar ao Bósforo em breve.

Esses navios seguem a partida do primeiro navio de Odessa na segunda-feira, que está transportando mais de 26.000 toneladas de milho para o Líbano.

As exportações de grãos ucranianos foram suspensas depois que a Rússia lançou sua operação militar no país em fevereiro, levando a crescentes preocupações com o fornecimento global de alimentos. Kiev acusou as forças russas de impedir que navios civis deixassem os portos, enquanto Moscou culpou a Ucrânia por minerar o mar perto de seus portos, o que impediu o tráfego marítimo.

No final de julho, Moscou e Kiev chegaram a um acordo em Istambul sobre um acordo que permitia a retomada das exportações dos portos ucranianos. O acordo também prevê a facilitação de embarques desimpedidos de grãos da Rússia, bem como fertilizantes e matérias-primas para produzi-los.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:



Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.