Mundo

Moscou está em contato constante com Cuba para ajudar a conter incêndio em instalação de petróleo


O fogo começou na tarde da última sexta-feira (5), quando um raio atingiu um dos tanques de petróleo. Desde então, as chamas saíram de controle e formam enormes colunas de fumaça.
O incêndio deixou ao menos 121 feridos, cinco deles em estado crítico, de acordo com o Ministério da Saúde cubano. Pelo menos uma morte foi confirmada. Segundo o Partido Comunista de Cuba, há ainda 17 bombeiros desaparecidos.

“Cuba solicitou assistência internacional em relação ao desastre que se abateu sobre o país. O Ministério das Relações Exteriores da Rússia e os serviços competentes permanecem em contato constante com o lado cubano para a coordenação de ações conjuntas e prestação de assistência necessária”, disse Zakharova, em comunicado.

Em nome de Moscou, a representante oficial do ministério desejou ainda “as mais sinceras palavras de apoio e profundas condolências” aos cidadãos cubanos, amigos e familiares dos feridos no acidente.
Governos da Argentina, Rússia, Venezuela, México, Nicarágua e Chile ofereceram ajuda humanitária a Cuba. Os Estados Unidos ofereceram ao governo cubano aconselhamento técnico para combater as chamas. Em sua conta no Twitter, o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, agradeceu a ajuda.
Expressamos profunda gratidão aos governos de México, Venezuela, Rússia, Nicarágua, Argentina e Chile, que prontamente ofereceram ajuda humanitária diante desta complexa situação. Agradecemos também a oferta de aconselhamento técnico dos EUA.
No total, o depósito tem oito enormes tanques de petróleo usados para fornecer energia elétrica. Ainda não se sabe a quantidade de petróleo queimada nem quanto está em risco, mas o incêndio vem em um momento crítico para Cuba, em meio a uma crise econômica e de falta de combustível.
Panorama internacional

‘Ato de agressão’: Cuba condena restrições de vistos dos EUA contra funcionários cubanos





Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.