Mundo

Rússia comenta troca de condenados com EUA — CMIO

Essas coisas só podem ser discutidas por meio de canais diplomáticos, não declarações à mídia, disse FM Lavrov

“Trovejante” Os comentários públicos de autoridades dos EUA sobre a possibilidade de trocar cidadãos americanos condenados por crimes na Rússia não são o que é necessário para negociar tal troca, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, nesta sexta-feira. Moscou está preparada para discutir o assunto, mas apenas da maneira adequada, disse ele.

“Existe um canal especializado que foi acordado pelos presidentes [of Russia and the US]. Quaisquer que sejam as declarações públicas de quem faz, este canal permanece relevante”, ele disse.

Lavrov estava comentando sobre comentários feitos por várias autoridades americanas depois que um tribunal russo condenou a jogadora de basquete norte-americana Brittney Griner a nove anos de prisão por delitos de drogas. O presidente dos EUA, Joe Biden, reiterou que acredita que o atleta tenha sido “detido indevidamente” pelas autoridades russas depois que cartuchos de vape com óleo de cannabis foram encontrados em sua bagagem durante uma verificação na alfândega. Griner alegou que ela embalou a substância, que é proibida na Rússia, mas não em muitas partes dos EUA, por engano.

Washington quer que Moscou liberte ela e outro cidadão americano, o ex-fuzileiro naval Paul Whelan, que foi condenado por espionagem na Rússia em 2020. O secretário de Estado Antony Blinken teria oferecido trocá-los por Viktor Bout, um empresário russo, que está cumprindo uma pena de 25 anos. sentença de um ano depois de ser condenado em 2012 por acusações de tráfico de armas. De acordo com a mídia americana, Lavrov fez uma contraproposta quando ele e Blinken discutiram o assunto por telefone na semana passada.


Biden responde ao veredicto de Brittney Griner

Lavrov estava falando com jornalistas na sexta-feira depois de participar de uma cúpula da ASEAN no Camboja, onde a discussão poderia ter continuado pessoalmente. John Kirby, um alto funcionário da Casa Branca, disse à MSNBC na quinta-feira que se Blinken “tem a oportunidade de ‘botoar’ o senhor Lavrov, ele o fará.”

O principal diplomata russo disse que não houve tal discussão, brincando que Kirby “provavelmente esqueceu de passar a instrução.”

“Sentamo-nos à mesa de discussão com uma pessoa de distância e não vi nenhum interesse em me pegar por nada no [Blinken’s] papel. Todos os meus botões estão bem”, Lavrov comentou.

A escolha de palavras de Kirby provocou alguma alegria na Rússia, com a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Maria Zakharova, sugerindo que agarrar Lavrov pela gravata ou pela calça seria um trabalho melhor para chamar sua atenção.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte

Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.