Mundo

Coreia do Norte pronta para mais testes nucleares – Reuters – CMIO

Pyongyang também está buscando aumentar a produção de material físsil, diz um relatório da ONU visto pela agência

A Coreia do Norte lançou as bases para um teste nuclear no primeiro semestre deste ano, informou a Reuters nesta sexta-feira, citando um relatório confidencial apresentado a um comitê de vigilância da ONU.

O trabalho no local de testes nucleares de Punggye-ri abre caminho para testes nucleares adicionais para o desenvolvimento de armas nucleares”, disseram monitores independentes ao Comitê de Sanções do Conselho de Segurança da ONU sobre a Coreia do Norte.

Segundo a Reuters, os especialistas também acreditam que a Coreia do Norte “continuou a desenvolver a sua capacidade para a produção de material cindível” no site de Yongbyon. Os monitores se referiam ao centro de pesquisa nuclear que foi estabelecido com assistência soviética na década de 1960 e opera os primeiros reatores nucleares do país.

Os monitores também acusaram o Norte de roubar ativos criptográficos no valor de centenas de milhões de dólares em um aparente esforço para financiar seus programas nucleares e de mísseis.


Coreia do Norte critica hipocrisia nuclear dos EUA

Outras atividades cibernéticas com foco no roubo de informações e meios mais tradicionais de obtenção de informações e materiais de valor para os programas proibidos da RPDC, incluindo WMD (armas de destruição em massa), continuação”, acrescentaram os monitores.

O relatório vem depois que a CNN, citando autoridades americanas não identificadas, revelou no início de maio que Pyongyang estava se preparando para um teste nuclear no mesmo local. As fontes do canal observaram na época que as imagens de satélite pareciam mostrar a atividade do pessoal e do veículo no campo de testes. No entanto, eles disseram que não se sabe se a Coreia do Norte colocou algum material físsil em um dos túneis subterrâneos.

Os EUA prometeram pressionar por sanções mais severas contra Pyongyang se prosseguir com seu sétimo teste nuclear.

O Conselho de Segurança da ONU proibiu a Coreia do Norte de realizar testes nucleares e lançamentos de mísseis balísticos, impondo sanções ao Estado eremita para impedi-lo de financiar os programas relevantes. Isso, no entanto, não impediu Pyongyang de repetidamente testar mísseis este ano. Um dos lançamentos, que ocorreu em março, aparentemente contou com um míssil balístico intercontinental (ICBM).

No final de julho, o líder norte-coreano Kim Jong-un anunciou que o “dissuasão de guerra nuclear” foi “totalmente pronto” para responder às ameaças. Seu alerta veio quando os EUA e a Coreia do Sul concordaram em expandir seu exercício militar conjunto, programado para o final deste ano.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte

Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.