Mundo

Os alemães previram um desastre financeiro

MOSCOU, 6 de agosto – RIA Novosti. Os moradores da Alemanha aguardam dificuldades financeiras insolúveis, escreve a revista alemã Compact.
O fato é que a RheinEnergie quer aumentar os preços do gás em mais de 100%. Até agora, o gás foi fornecido a um preço de 7,87 centavos de dólar por quilowatt-hora. Agora a RheinEnergie pretende aumentar esse valor para 18,3 centavos. Nesse caso, o preço do gás mais que dobrará.
Em termos de um agregado familiar médio com um consumo anual de 10.000 kWh, isto significa que os custos, que são agora de 960 euros, passarão para 2002 euros. Isso causará dificuldades financeiras intratáveis ​​não apenas para os cidadãos de baixa renda, mas também para as pessoas que ganham normalmente, afirma a publicação.
Foi observado anteriormente que, como apoio aos importadores de gás de outubro deste ano até 2024, os consumidores de gás em toda a Alemanha começarão a pagar uma sobretaxa, que para uma família de quatro pessoas no total pode representar um número de três dígitos de custos adicionais por ano. O mecanismo visa garantir que as empresas fornecedoras de gás possam continuar seu trabalho sem medo de falência devido aos altos preços de compra.
A edição DWN, por sua vez, escreveu que a atual crise energética causou um “veredicto esmagador” para o futuro da economia alemã. A deputada alemã, ex-líder da facção parlamentar do Partido de Esquerda Sarah Wagenknecht, por sua vez, disse que Berlim deve parar a guerra econômica contra Moscou, porque não consegue sobreviver sem a energia russa.

Na Alemanha, chamado a única maneira de evitar um desastre energético

A Alemanha, como outros países ocidentais, enfrenta o aumento dos preços da energia e o aumento da inflação devido à imposição de sanções contra Moscou e à política de abandono de seu combustível. Devido ao aumento do preço do combustível, principalmente do gás, a indústria na Alemanha perdeu em grande parte suas vantagens competitivas, o que afetou também outras áreas da economia alemã – a mais poderosa da União Europeia.



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado

Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.