Mundo

Moscou reage ao relatório da Anistia sobre o uso ucraniano de ‘escudos humanos’ — CMIO

A Rússia apontou frequentemente as violações cometidas pelas forças ucranianas, diz porta-voz do Ministério das Relações Exteriores

Um relatório da Anistia Internacional, acusando a Ucrânia de colocar seus ativos militares em áreas residenciais, apenas corrobora o que Moscou vem dizendo ao longo do conflito com Kiev, disse Maria Zakharova, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

“Temos falado sobre isso constantemente, chamando as ações das forças armadas ucranianas de táticas de usar civis como ‘escudo humano’” Zakharova escreveu no Telegram na quinta-feira.

O grupo de direitos humanos com sede no Reino Unido divulgou um relatório, que acusa os militares ucranianos de seguir um padrão de colocar tropas e veículos militares em áreas residenciais, incluindo transformar hospitais em bases militares de fato.

A ONG disse que sua investigação encontrou dezenas de tais violações, acrescentando que as ações das forças de Kiev vão contra a lei internacional e colocam civis em risco.

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO:
Forças ucranianas ‘colocam civis em risco’ – Anistia

Autoridades russas, incluindo o presidente Vladimir Putin e o ministro da Defesa, Sergey Shoigu, estão soando o alarme sobre a Ucrânia usar as pessoas como “escudos humanos” desde o lançamento da operação militar no final de fevereiro. No entanto, esses avisos foram amplamente ignorados pelos políticos e pela mídia ocidentais.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte

Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.