Mundo

Rússia condena jogadora de basquete dos EUA a 9 anos de prisão; Biden reage e pede libertação


O Tribunal da Cidade de Khimki, localizado na região de Moscou, condenou a jogadora de basquete norte-americana, Brittney Griner, a nove anos de prisão por contrabando de óleo de haxixe, informou um correspondente da Sputnik.
“Uma pena de nove anos de prisão a cumprir em uma colônia penal do regime geral com uma multa 1₽ milhão de rublos [cerca de R$ 83 mil]”, declarou a juíza Ana Sótnikova.
Griner admitiu sua culpa no tribunal, mas insistiu que não tinha intenção de cometer o crime e que havia recolhido sua bagagem “com pressa”. Durante as discussões, ela também disse que um médico do Arizona havia prescrito maconha em vez de analgésicos tradicionais, devido aos efeitos colaterais deste último.
Panorama internacional

Casa Branca critica contraproposta da Rússia sobre troca de prisioneiros

O presidente, Joe Biden, reagiu a sentença dada à jogadora e disse ser “inaceitável” e que Moscou a está “prendendo injustamente“, segundo a Reuters.
“Hoje, a cidadã americana Brittney Griner recebeu uma sentença de prisão que é mais um lembrete do que o mundo já sabia: a Rússia está detendo Brittney injustamente. É inaceitável e peço à Rússia que a liberte imediatamente para que ela possa estar com sua esposa, entes queridos, amigos e companheiros de equipe”, disse o mandatário citado pela mídia.
Griner, duas vezes medalhista de ouro olímpica, foi detida em um aeroporto de Moscou em 18 de fevereiro após policiais, avisados ​​por um cão policial, descobriram cartuchos de vape contendo óleo de haxixe em sua bagagem.
A jogadora de 31 anos joga pelo clube russo de basquete UMMC Ekaterinburg e durante a entressafra pela Associação Nacional de Basquete Feminino dos EUA.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor

Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.