Mundo

Crise do gás na Europa está ficando ‘feia’ – mídia – CMIO

Os estoques de inverno podem ficar baixos, segundo a mídia, citando um aviso do Bank of America

A crise energética europeia está piorando, informou o site de notícias Markets Insider na segunda-feira, citando uma nota de pesquisa do Bank of America.

“A situação do gás europeu mudou rapidamente do nosso cenário ‘ruim’ para o nosso ‘feio’ no mês passado”, o banco teria dito, apontando para a redução do fornecimento de gás natural russo para a região.

O principal gasoduto que transporta gás russo para a UE está atualmente operando com 20% da capacidade devido a problemas técnicos causados ​​por sanções contra a Rússia. Em julho, a tubulação foi fechada por um período de manutenção anual de dez dias, interrompendo completamente o fluxo. Os suprimentos através da Ucrânia também foram reduzidos, depois que Kiev fechou um importante ponto de entrada para o trânsito de gás russo para a Europa Ocidental. A redução provocou vários alertas de que grande parte do continente pode ficar sem gás neste inverno.

“Com os fluxos do gasoduto Nord Stream 1 a 20% da capacidade, o armazenamento no inverno pode ser insuficiente e a UE está agora planejando um racionamento de demanda generalizado. Como isso aconteceu?” O Markets Insider cita os pesquisadores do Bank of America dizendo.


UE enfrenta crise energética de inverno – Borrell

Os preços do gás na Europa quadruplicaram este ano devido à escassez de oferta, traduzindo-se em contas domésticas mais altas e levando à adoção de um plano de racionamento de gás em toda a UE.

O bloco diversificou suas importações comprando mais gás natural liquefeito (GNL), bem como aumentando a oferta de gás de gasoduto da Noruega, Argélia e Azerbaijão. No entanto, de acordo com o principal diplomata da UE, Josep Borrell, o bloco está “aproximando-se dos limites de que gás extra” ele pode comprar de “fontes não russas”.

Para mais matérias sobre economia e finanças, visite a seção de negócios da RT

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.