Mundo

Americano que ameaçou o principal especialista em doenças infecciosas dos Estados Unidos recebeu três anos de prisão

WASHINGTON, 5 de agosto – RIA Novosti. Um tribunal dos EUA condenou um residente de Maryland a três anos de prisão por enviar ameaças de morte ao especialista em doenças infecciosas dos EUA, Anthony Fauci, informou o Departamento de Justiça dos EUA.
As acusações contra Thomas Patrick Connelly, de 57 anos, foram feitas há um ano. Ele admitiu que, desde dezembro de 2020, envia cartas a Fauci usando uma conta de e-mail criptografada especial com um provedor com sede na Suíça. Além disso, como resultado da investigação, descobriu-se que o diretor dos Institutos Nacionais de Saúde, Francis Collins, também recebeu cartas ameaçadoras de Connelly.
“Todo mundo tem o direito de discordar, mas você não tem o direito de ameaçar a vida de um funcionário federal. Tais ameaças serão processadas em toda a extensão da lei”, disse o advogado de Maryland, cujas palavras são citadas no liberar.
Sob a lei, Connelly enfrentou uma sentença de 10 anos de prisão.

Ex-assessor de Obama condenado a um ano de prisão por desviar fundos de escolas



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado

Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.