Mundo

Fabricante de turbinas explica déficit no fornecimento de gás russo — CMIO

A estação de compressão no ponto de partida do gasoduto Nord Stream 1 entre a Rússia e a Alemanha está severamente com falta de equipamentos funcionais, de acordo com a fabricante de turbinas Siemens Energy.

Apenas uma turbina está atualmente em operação na instalação, disse o CEO da Siemens Energy, Christian Bruch, na quarta-feira, enquanto cinco turbinas são necessárias para que o gasoduto de gás natural bombeie a 100% da capacidade.

Os comentários de Bruch vêm depois que o chanceler alemão Olaf Scholz visitou um site da Siemens Energy no noroeste da Alemanha, onde a empresa mantém uma turbina que deveria ser devolvida à Rússia após reparos no Canadá.

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO:
Ex-chanceler alemão oferece solução para crise energética da UE

“É do nosso interesse, com o apoio do governo alemão, devolver esta turbina à Rússia”, disse Bruch.

Nas últimas semanas, o fluxo de gás para a UE via Nord Stream 1 foi reduzido para cerca de um quinto da capacidade, após um atraso no retorno da primeira turbina Siemens e o desligamento de uma segunda, que deve ser revisada.

Para mais matérias sobre economia e finanças, visite a seção de negócios da RT

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.