Mundo

Gazprom interrompe abastecimento de gás à Letônia por violações


A empresa estatal russa Gazprom anunciou que a partir deste sábado (30) deixou de fornecer gás à Letônia.
“Hoje, a […] Gazprom suspendeu o fornecimento de gás à Letônia como parte da licitação de julho, devido a violações das condições de obtenção de gás”, disse no sábado (30) a empresa em uma declaração no Telegram.
As exportações de gás natural para a Letônia foram de 1,6 bilhão de metros cúbicos em 2020 e de 1,7 bilhão de metros cúbicos em 2019, segundo dados da Gazprom.
O Parlamento letão aprovou em 14 de julho emendas à legislação, que preveem, entre outras coisas, a proibição da importação de gás natural da Rússia a partir de 1º de janeiro de 2023.
Panorama internacional

Empresa da Letônia revela que ‘driblou’ sanções e voltou a comprar gás da Rússia

Na quinta-feira (28) Aigars Kalvitis, CEO da Latvijas Gaze, revelou que a empresa de gás natural letã retomou a compra de gás russo, mas de um fornecedor que não a Gazprom.
Os países da União Europeia impuseram sanções multissetoriais à Rússia depois que ela iniciou uma operação militar especial na Ucrânia, incluindo uma proibição à importação do petróleo russo a partir de dezembro de 2022. Em resposta, a Rússia tem exigido o pagamento pelo gás em rublos. Além de cortar o fluxo a países que não respeitam o esquema, ele tem sido interrompido por problemas técnicos relacionados com as sanções e pelos próprios países que aderiram às sanções contra a Rússia.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.