Mundo

Alemães enfrentam aumento acentuado nas contas de gás – mídia – CMIO

Berlim está pronta para introduzir uma sobretaxa para todos os consumidores para aliviar a iminente crise de energia

Os alemães enfrentarão contas de gás significativamente mais altas em cerca de dois meses, alertou a mídia local na quinta-feira. O governo planeja introduzir uma sobretaxa especial para todos os consumidores de gás em 1º de outubro para cobrir os custos extras das importações de gás antes do que está se configurando como uma crise de energia, disseram vários estabelecimentos alemães.

A cobrança adicional entrará em vigor entre 1º de outubro de 2022 e o final de setembro de 2024, informou o jornal Die Zeit, citando um documento interno elaborado pelo Ministério da Economia. O documento está sendo discutido por vários ministérios federais e deve ser publicado como um decreto ministerial até o final de agosto, acrescentou o jornal.

O ministro da Economia, Robert Habeck, confirmou que a taxa pode atingir entre 1,5 e 5 centavos de euro por quilowatt-hora. “Só podemos nomear uma faixa de preço”, ele disse aos jornalistas, acrescentando que a sobretaxa acabaria por equivaler ao aumento da “custos de aquisição” das importações de gás destinadas a substituir a energia russa em falta. “No final, você não sabe quão altos serão os custos em novembro ou dezembro, mas a má notícia é: definitivamente serão algumas centenas de euros por família”, ele adicionou.

Na pior das hipóteses, o aumento de preço para uma família alemã média que consome cerca de 20.000 kWh por ano pode se traduzir em gastos adicionais de até € 1.000 (US$ 1.016) por ano, disse o Die Zeit. Cerca de metade dos lares alemães são aquecidos com gás.


'Gráfico de terror' sugere Alemanha à beira de enorme crise de energia

Segundo o Ministério da Economia, a medida visa “manter os mecanismos de mercado e as cadeias de abastecimento pelo maior tempo possível, evitando que os comerciantes de gás vão à falência e [triggering] efeitos dominó na cadeia de fornecimento de energia.”

A sobretaxa permitirá que os importadores de gás repassem até 90% do aumento dos custos de aquisição aos consumidores finais, disse a revista Focus. A medida será adicional aos aumentos de preços normais que ocorrem de forma programada, acrescentou.

Habeck admitiu que a decisão de introduzir a sobretaxa foi uma “passo difícil que envolve muito estresse.” Ao mesmo tempo, disse que “não podemos arcar com todos os custos como Estado.”

A notícia veio quando um editor sênior da mesa econômica e financeira do jornal Die Welt alertou que a Alemanha estava caminhando para um “enorme crise energética”, acrescentando que os preços atuais da energia estão distantes da realidade e impedirão que as empresas de energia operem normalmente em um ambiente competitivo.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.