Mundo

Varsóvia pondera reduzir as luzes de Natal — CMIO

As autoridades querem demonstrar às pessoas que precisam economizar energia, diz o prefeito da capital polonesa

A administração da cidade de Varsóvia está cogitando a ideia de limitar o número de luzes decorativas neste Natal ou até mesmo desligá-las completamente para incentivar os poloneses a economizar energia, informou a mídia local na quarta-feira, citando o prefeito Rafal Trzaskowski.

Queremos mostrar simbolicamente ao povo de Varsóvia que é preciso economizar energia”, disse Trzaskowski à Radia ZET, acrescentando que isso não resolveria a crise de energia, mas demonstraria que a Polônia leva a sério a economia de energia.

A iluminação festiva é geralmente colocada ao longo da Rota Real, que apresenta muitos dos marcos históricos da cidade, incluindo vários palácios e igrejas.


Berlim pondera manter marco icônico no escuro

O autarca disse ainda que as autoridades estão a planear outras medidas para reduzir o consumo de energia.

Como é o caso do resto da Europa, a Polônia está enfrentando uma grave crise de energia, agravada pelo aumento dos preços do gás e pela decisão da Rússia de cortar o fornecimento de gás natural ao país no final de abril. A gigante russa de energia Gazprom interrompeu as entregas de gás depois que Varsóvia se recusou a pagar em rublos.

No final de março, o presidente russo, Vladimir Putin, anunciou que nações, incluindo a Polônia, que impuseram sanções à Rússia, mas ainda estão importando seu gás, seriam obrigadas a fazer pagamentos na moeda nacional da Rússia.

No início de julho, para mitigar o impacto da crise, a Polônia apoiou legislação para afrouxar as regras de comércio de gás, ampliou a proteção tarifária para os consumidores e elaborou planos de contingência para as operadoras de eletricidade. Essas medidas visam acelerar a resposta das autoridades se a crise de energia se tornar ainda mais grave.

Em junho, o governo também lembrou aos cidadãos que eles podem coletar lenha das florestas para se manterem aquecidos se obtiverem uma permissão.

Os planos para limitar as luzes de Natal em Varsóvia surgem quando outra cidade europeia, Berlim, considera medidas semelhantes. No início deste mês, a prefeita Franziska Giffey apoiou a ideia de não iluminar pontos turísticos como o Portão de Brandemburgo para economizar energia. As autoridades locais chegaram ao ponto de sugerir deixar algumas luzes da rua apagadas, desde que não comprometa a segurança.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.