Mundo

Revelado o maior comprador de armas da Coreia do Sul – CMIO

A Polônia e a Coreia do Sul assinaram um acordo-quadro na quarta-feira para o que está sendo saudado como o maior acordo de armas de Seul de todos os tempos. Os fabricantes sul-coreanos fornecerão quase 1.000 tanques, mais de 600 peças de artilharia e cerca de 50 caças para a nação do Leste Europeu.

O acordo multibilionário estará entre as maiores e mais significativas encomendas de defesa polonesas nos últimos anos e fortalecerá substancialmente as forças armadas do país, anunciou o Ministério da Defesa da Polônia em um comunicado à imprensa.

As encomendas estão divididas em duas fases, de acordo com o comunicado de imprensa. A primeira fase abrange 180 tanques K2 e 48 obuses K9, cujas primeiras entregas estão previstas para este ano. O estágio dois incluirá mais de 800 tanques K2PL aprimorados e 600 obuses K9 e envolverá transferências de tecnologia: ambas as armas serão produzidas na Polônia a partir de 2026.

Sob um contrato separado, a Polônia também adquirirá 48 jatos FA-50 que podem ser usados ​​tanto para treinamento quanto para combate. De acordo com o Ministério da Defesa polonês, a primeira aeronave será entregue no próximo ano. O FA-50 permitirá que Varsóvia abandone seus aviões pós-soviéticos e intensifique o treinamento de pilotos poloneses, diz o comunicado de imprensa do ministério.


Risco de guerra nuclear ao bloquear a Rússia e a China – Reino Unido

O acordo de armas será uma parte fundamental do esforço da Polônia para se rearmar após o conflito na Ucrânia, disse o ministro da Defesa polonês, Mariusz Blaszczak. “Aprendemos lições com o que está acontecendo na Ucrânia. (…) Vemos que as forças blindadas e a artilharia são hoje de grande importância no campo de batalha, daí a decisão de reforçar este tipo de forças armadas”, o ministro disse a repórteres depois de aprovar os contratos.

Quando perguntado se sua cooperação com a Polônia significava que Seul estava pronta para fornecer mais ajuda a Kiev, o ministro sul-coreano das Relações Exteriores, Park Jin, enfatizou que o acordo era estritamente um assunto bilateral, informou a Reuters.

Embora o preço da compra não tenha sido divulgado, espera-se que ultrapasse o valor total de US$ 7 bilhões de todas as armas vendidas pela Coreia do Sul para clientes globais no ano passado. Com apenas os caças custando US$ 3 bilhões, estima-se que o valor total esteja na faixa de US$ 14-15 bilhões, potencialmente superando toda a alocação de defesa da Polônia no ano atual de US$ 14,1 bilhões.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.