Mundo

UE chega a acordo sobre redução do consumo de gás — CMIO

Os ministros de energia da UE concordaram com um plano sem precedentes que fará com que os estados membros reduzam voluntariamente seu consumo de gás em 15% de agosto até a próxima primavera. O acordo vem com isenções para alguns países.

“Esta não foi uma Missão Impossível! Os ministros chegaram a um acordo político sobre a redução da demanda de gás antes do próximo inverno.” A Presidência checa do Conselho da União Europeia anunciou no Twitter na terça-feira.

O plano abre as portas para o racionamento de gás em toda a UE, o que afetará as indústrias, mas excluirá residências e serviços essenciais, como escolas e hospitais, a menos que a situação piore drasticamente.

No caso de uma emergência de abastecimento, como um corte completo do fluxo de gás natural da Rússia, os cortes voluntários se tornarão obrigatórios sob um sistema inovador de “Alerta da União”.

O plano vem com isenções e, de acordo com a emissora espanhola La Sexta, Espanha e Portugal não ficaram felizes com o acordo e negociaram um corte de 7% em vez de 15%. Algumas outras exceções foram feitas para nações insulares, Malta, Chipre e Irlanda, e os estados bálticos. Segundo a Reuters, a Hungria também se opôs ao acordo.


Preços do gás na UE sobem em meio a temores de cortes na oferta da Rússia

A Gazprom planeja desligar uma segunda turbina no oleoduto Nord Stream 1 para a Alemanha na quarta-feira, citando regulamentos técnicos que exigem que a peça seja revisada. Isso reduzirá o fluxo de gás para a Alemanha para 20% da capacidade do gasoduto.

A turbina precisa ser reparada, pois é uma questão de segurança, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, na terça-feira. A UE pode receber volumes completos de gás russo por meio do novo gasoduto alternativo, Nord Stream 2, que está pronto para ser usado, acrescentou Lavrov. A Alemanha, no entanto, descartou repetidamente a possibilidade de usar essa rota.

Para mais matérias sobre economia e finanças, visite a seção de negócios da RT

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.