Mundo

Bélgica decide reativar 2 reatores nucleares para 'garantir independência energética'


“É um passo crucial para garantir a independência energética de nosso país”, disse o primeiro-ministro do país, Alexander De Croo, citado por mídias locais. “É bom para todos, para nós como sociedade, para as famílias, para as empresas. Pela primeira vez, estamos tomando de forma inteligente o nosso destino em nossas mãos no que diz respeito à energia”, ressaltou o político.

Por sua parte, a ministra da Energia belga, Tinne Van Der Straeten, enfatizou que se trata de uma questão de “segurança nacional”.
“Sim, haverá um custo, mas o benefício é superior ao custo”, afirmou.
As duas usinas nucleares deverão reabrir em outubro de 2026 “com absoluta segurança e sob aprovação das autoridades”, anunciou De Croo, ressaltando que se trata de um “bom acordo para o país, um acordo equilibrado em que fica perfeitamente claro quem é responsável pelo quê”.
Embora este pacto seja, segundo as autoridades belgas, um “grande passo em frente”, há ainda muitos pontos por esclarecer, como, por exemplo, o custo da gestão dos resíduos. De qualquer modo, o acordo final entre as duas partes deve ser ratificado até 31 de dezembro.
Panorama internacional

Bélgica crê que conflito na Ucrânia pode ser resolvido apenas no campo de batalha



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.