Mundo

Rússia adverte que pode interromper as exportações de petróleo — CMIO

Vendas estrangeiras de petróleo podem ser suspensas se esquema conduzido pelos EUA for bem-sucedido, diz alto funcionário

A Rússia interromperá as exportações globais de petróleo se o teto de preço proposto pelo Ocidente tornar inútil continuar a produção, disse o vice-primeiro-ministro Alexander Novak ao Channel One da Rússia na quinta-feira.

Se esses preços de que falam são inferiores aos custos de produção de petróleo… naturalmente, a Rússia não garantirá o fornecimento deste petróleo aos mercados mundiais, o que significa que simplesmente não trabalharemos com lucro negativo,” ele explicou, conforme citado pela TASS.

Os países do G7 concordaram em estabelecer um teto para o preço do petróleo russo no final de junho, uma ideia que havia sido lançada por Washington como um meio de limitar a receita da Rússia com as exportações de energia. Segundo a Bloomberg, os defensores da medida discutem a possibilidade de limitar o preço pago pelas exportações da Rússia por meio de intervenções no seguro e transporte do petróleo do país. De acordo com o plano, apenas as matérias-primas e produtos petrolíferos cujo valor não exceda o preço máximo poderão ser segurados e transportados.


EUA atraem Índia para se juntar ao cartel de petróleo anti-Rússia - Reuters

O primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, disse recentemente que o limite superior para o teto de preço seria fixado em cerca de metade do preço de mercado atual do petróleo russo. Em junho, o preço médio do barril dos Urais estava em torno de US$ 87,25. No entanto, as discussões sobre o assunto estão em andamento e o preço máximo ainda não foi finalizado.

A Rússia acredita que o teto de preço impulsionaria ainda mais os preços globais do petróleo. O presidente Vladimir Putin disse recentemente que os países ocidentais “estão pisando no mesmo ancinho,” como no caso de abandonar o gás russo.

O resultado será o mesmo – os preços do petróleo dispararão,” ele disse.

O vice-presidente do Conselho de Segurança, Dmitry Medvedev, previu que o custo do petróleo pode exceder US$ 300-400 por barril se o Ocidente seguir com o plano.

Haverá significativamente menos petróleo no mercado e seu preço será muito mais alto,” ele avisou.

Para mais matérias sobre economia e finanças, visite a seção de negócios da RT

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.