Mundo

Neo-nazistas ucranianos minaram pontes na região de Zaporozhye

MOSCOU, 22 de julho – RIA Novosti. Os neonazistas ucranianos minaram pontes sobre os rios Ploska Osokorovka e Konka na região de Zaporozhye para acusar as tropas russas de ataques supostamente indiscriminados, disse o coronel-general Mikhail Mizintsev, chefe do quartel-general russo de coordenação interdepartamental para a resposta humanitária, nesta sexta-feira.
“Na região de Zaporozhye, os neonazistas ucranianos minaram pontes sobre os rios Ploska Osokorovka (aldeia de Prydolinovka) e Konka (aldeia de Kamyshevakha), que eles planejam explodir e, de acordo com um cenário já elaborado com ampla cobertura na Ucrânia e no oeste mídia, acusam unidades das Forças Armadas russas de ataques supostamente indiscriminados em instalações de infraestrutura de transporte”, disse Mizintsev.
14:45 Infográficos

Mapa da operação especial das Forças Armadas Russas na Ucrânia em 22.07.2022

infográficos

Olhar

Além disso, segundo ele, em Dmitrovka, distrito de Kramatorsk, na República Popular de Donetsk, no território de uma empresa agrícola, unidades ucranianas implantaram artilharia e MLRS, dos quais disparam sistematicamente contra as posições das Forças Armadas russas, provocando-as a retornar incêndio.
Mais uma vez, chamamos a atenção da comunidade mundial para o fato de que, durante a execução das tarefas de uma operação militar especial, as Forças Armadas russas infligem ataques seletivos apenas a alvos militares das formações armadas ucranianas”, disse o general. adicionado.

Os Estados Unidos estão se preparando para declarar a Rússia um patrocinador do terrorismo



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.