Mundo

Portugal diz ser 'completamente contra' proposta da União Europeia de reduzir consumo de gás em 15%


O governo português se expressou contra o plano da Comissão Europeia de reduzir o consumo de gás em cerca de 15%, conforme indicado nesta quarta-feira (20) por João Galamba, secretário de Estado do Ambiente e da Energia de Portugal.
Na quarta-feira (20), a Comissão Europeia instou os Estados-membros da União Europeia (UE) a reduzir o consumo de gás em 15% entre 1º de agosto de 2022 e 31 de março de 2023 para assegurar o funcionamento das economias do bloco durante o inverno europeu, no final de 2022 e início de 2023, mas também controlar o consumo nos meses anteriores a esse período, depois que vários países europeus utilizaram recentemente gás reservado para o inverno.
Panorama internacional

UE se prepara para ‘pior cenário possível’ de inverno com a ausência de suprimentos de gás russos

A medida visa reduzir o efeito de um eventual corte de gás da Rússia em meio às sanções multissetoriais de Bruxelas contra Moscou, depois que a última começou uma operação militar especial com o objetivo da “desmilitarização e desnazificação” da Ucrânia. A medida é voluntária, mas pode se tornar obrigatória caso a situação energética se agrave na UE.
“Isto não se pode aplicar a Portugal. Portugal é contra esta proposta da Comissão, porque ela não tem em atenção as diferenças entre países”, argumentou Galamba em declarações ao jornal português Expresso.
“Estamos completamente contra”, afirmou.
A proposta será discutida por ministros do bloco europeu em uma cúpula de energia extraordinária na terça-feira (26).



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.