Mundo

Alemanha reage à alegação de corte de gás de força maior da Gazprom – CMIO

A empresa russa informou a gigante de energia Uniper que não pode cumprir contratos de fornecimento devido a circunstâncias “extraordinárias”

A empresa alemã de energia Uniper rejeitou a ‘força maior’ alegação da gigante russa de energia Gazprom, que está impedindo o fornecimento contratual de gás para a Europa, informou a CNBC na terça-feira.

Força maior, um termo legal usado em contratos, é uma situação imprevisível e inevitável que interrompe o curso esperado dos eventos e impede as partes de um contrato de cumprir suas obrigações, ao mesmo tempo que, em teoria, também as isenta de penalidades.

A Gazprom enviou uma carta à Uniper notificando a empresa alemã de que não pode garantir o fornecimento de gás da UE através do gasoduto Nord Stream 1 retroativamente a partir de 14 de junho devido à “extraordinário” circunstâncias fora de seu controle, informou a Reuters na segunda-feira.

“É verdade que recebemos uma carta da Gazprom Export na qual a empresa alega força maior retroativamente por deficiências passadas e atuais nas entregas de gás. Consideramos isso injustificado e rejeitamos formalmente a alegação de força maior”, A CNBC cita o porta-voz da Uniper, Lucas Wintgens, como tendo dito.

A CNBC diz que outra empresa de energia alemã, a RWE, também confirmou que recebeu o aviso de força maior da Gazprom.


Alemanha explica por que não pode usar rota alternativa para gás russo

Segundo a Reuters, a carta referia-se a fornecimentos para a Alemanha através do gasoduto Nord Stream 1. A rota está atualmente passando por manutenção anual planejada, que deve ser concluída na quinta-feira, no entanto, muitos na Alemanha temem que o fluxo não seja retomado.

No mês passado, o fornecimento pelo oleoduto foi reduzido em 60%, pois uma peça vital do equipamento não foi devolvida de reparos no Canadá a tempo devido a sanções à Rússia. De acordo com relatos da mídia, a turbina a gás deve estar de volta à Rússia dentro de uma semana.

Para mais matérias sobre economia e finanças, visite a seção de negócios da RT

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.