Mundo

Comissão Europeia emite parecer favorável à entrada da Ucrânia na UE para Kiev 'viver sonho europeu'


Em entrevista coletiva hoje (17), a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Ley, disse que “os ucranianos estão prontos para morrer pela perspectiva europeia, queremos que eles vivam conosco o sonho europeu”, segundo a Reuters.
Em sua visita sábado (11) a Kiev, a líder europeia havia sinalizado que até o final desta semana a comissão “finalizaria sua avaliação” sobre recomendar ou não o país do Leste Europeu como candidato à adesão ao bloco, conforme noticiado.
O presidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky, comemorou a decisão do bloco europeu em seu Twitter.
Eu elogio a [reposta] positiva da União Europeia sobre o status de candidato da Ucrânia. É o primeiro passo no caminho da adesão à UE que certamente vai aproximar a nossa vitória. Agradecido por Ursula von der Ley e cada membro da Comissão Europeia por uma decisão histórica. Espero o resultado positivo na próxima semana.
Já a presidente da Moldávia, Maia Sandu, saudou um “forte sinal de apoio à Moldávia e aos nossos cidadãos” e disse que seu governo está “comprometido a trabalhar duro” para aprovar as reformas necessárias.
O parecer favorável da Comissão Europeia foi apenas o início de um processo que pode levar muitos anos, mas coloca Kiev no caminho certo para atingir uma meta que estaria muito além de seu alcance apenas alguns meses atrás.
A Ucrânia solicitou a adesão à UE apenas quatro dias após o começo da operação russa na Ucrânia, logo em seguida, o mesmo pedido foi feito por Moldávia e a Geórgia.
Panorama internacional

Von der Leyen admite que a UE não pode proibir total e imediatamente petróleo e gás da Rússia

Espera-se que os líderes dos países do bloco europeu endossem a decisão em uma cúpula na próxima semana. Os líderes dos três maiores – Alemanha, França e Itália – sinalizaram sua solidariedade na quinta-feira (16) visitando Kiev, juntamente com o presidente da Romênia.





Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor

Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.