Mundo

O índice do dólar saltou acima de 105 pontos pela primeira vez desde dezembro de 2002

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






MOSCOU, 13 de junho – RIA Novosti. O índice do dólar (a taxa em relação a uma cesta de moedas de seis países – parceiros comerciais dos EUA) saltou na noite de segunda-feira acima de 105 pontos pela primeira vez desde dezembro de 2002, segundo dados de negociação.
A partir de 18h07, horário de Moscou, a taxa de câmbio do euro em relação ao dólar caiu para US$ 1,0423 em relação ao fechamento anterior de US$ 1,0515. O dólar em relação ao iene caiu para 133,89 ienes de 134,42 ienes. O índice do dólar avançou 0,85%, para 105,03 pontos. O índice subiu acima dessa marca pela primeira vez desde dezembro de 2002.
O dólar se fortalece na segunda-feira em meio a uma onda de vendas que varreu os mercados globais de ativos de risco. Após a publicação de dados sobre mais um recorde de inflação nos EUA, os investidores começaram a temer uma recessão.
A inflação anual dos EUA acelerou para 8,6% em maio, a maior desde 1981. Além disso, tal indicador foi inesperado para os mercados, porque os analistas previam que a taxa de crescimento dos preços ao consumidor permaneceria no nível de abril em 8,3%. Além disso, o Sistema de Reserva Federal dos EUA (FRS) vem combatendo a inflação há muito tempo. Em particular, a taxa de juros já foi aumentada duas vezes.

American Interactive Brokers introduziu restrições para clientes russos

A próxima decisão sobre isso o regulador tomará na quarta-feira desta semana. Os investidores temem que, à luz da inflação recorde, o regulador possa agir de forma mais agressiva, o que pode levar a economia à recessão. De acordo com o CME Group, 68,7% dos analistas esperam um aumento de 50 pontos base, enquanto o restante acredita que o Fed poderia aumentar as taxas em 75 pontos base de uma só vez.
“Um movimento de 75 pontos base definitivamente será uma surpresa para aqueles que têm expectativas de 50 pontos base. Isso elevará ainda mais o índice”, disse Brad Bechtel, analista global de câmbio da Jefferies, Brad Bechtel, em nota à Reuters.



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.