Mundo

Bolsonaro ironiza observadores internacionais nas eleições: 'Vão ter acesso ao código-fonte?'

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report







Durante a sua transmissão on-line semanal, nesta quinta-feira (19), Jair Bolsonaro (PL) questionou a fala do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin, sobre os cerca de 100 observadores internacionais que podem acompanhar o andamento das eleições.
Para o chefe de Estado brasileiro, não há necessidade de integrantes de governos internacionais participarem do processo eleitoral, “porque o país é um dos únicos do mundo a utilizar urna eletrônica“.
“Pode botar um milhão de observadores. Vão observar o quê? Vão ter acesso ao código-fonte? Vão entrar em uma sala secreta para acompanhar a apuração? Qual conhecimento deles em informática?”, questionou Bolsonaro.
Notícias do Brasil

Carlos França diz que viu ‘com estranheza’ anuncio do TSE sobre observadores da UE nas eleições

Na última terça-feira (17) Fachin disse que a meta é ter mais de “100 observadores internacionais durante o processo eleitoral no Brasil“.
O presidente do TSE citou ainda a criação de uma rede para garantir a presença de “diversas” autoridades do mundo inteiro no Brasil.
Na lista, estão a Organização dos Estados Americanos (OEA), o Parlamento do Mercosul, a Rede Eleitoral da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a União Interamericana de Organismos Eleitorais (Uniore), o Centro Carter, a Fundação Internacional para Sistemas Eleitorais (Ifes) e a Rede Mundial de Justiça Eleitoral.
Ao longo de sua transmissão, Bolsonaro voltou enfatizar que é necessário discutir a segurança nas urnas eletrônicas e ironizou: “Discutir a urna é um crime“.

© Folhapress / Pedro LadeiraO ministro Luiz Edson Fachin, novo presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em 23 de fevereiro de 2022.

O ministro Luiz Edson Fachin, novo presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em 23 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 19.05.2022
O ministro Luiz Edson Fachin, novo presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em 23 de fevereiro de 2022.. Foto de arquivo



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.