Letônia pretende ficar sem gás russo, disse chanceler

CAIRO, 20 de maio – RIA Novosti. A Letônia pretende ficar sem o gás russo, disse o ministro das Relações Exteriores, Edgar Rinkevich, na noite de sexta-feira.
“Planejamos construir estações (suprimento – ed.) com gás e ficar sem gás russo”, disse Rinkevich ao canal de TV Al Jazeera.
O ministro observou que a operação especial na Ucrânia “deve ser concluída o mais rápido possível”.
Segundo ele, Riga está confiante de que a OTAN apoiará os países bálticos para repelir “qualquer ameaça”.
O ministro também disse em entrevista a um canal de TV do Catar que está planejado “elaborar novos princípios da OTAN” na cúpula da aliança em Madri.
Em 23 de março, o presidente russo Vladimir Putin anunciou a transferência do pagamento do fornecimento de gás natural para os países da UE e outros estados que introduziram medidas restritivas contra a Rússia em rublos, a fim de abandonar o uso de dólares e euros nos cálculos. Em seguida, o presidente assinou um decreto correspondente e disse que, se os países hostis não pagarem em rublos a partir de 1º de abril, a Rússia considerará isso um padrão nos contratos de gás.

O Ocidente cultiva o ódio de todos por todos



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado

Deixe um comentário