Mundo

Primeiro-ministro norueguês promete apoio à Finlândia e à Suécia

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






MURMANSK, 16 de maio – RIA Novosti. O primeiro-ministro norueguês Jonas Gahr Støre prometeu em uma entrevista coletiva na segunda-feira que seu país, assim como a Dinamarca e a Islândia, apoiariam a Finlândia e a Suécia no caso de uma ameaça militar, informou a emissora NRK.
“Noruega, Dinamarca e Islândia estão prontos para apoiar a Suécia e a Finlândia por qualquer meio necessário se forem atacados antes de ingressarem oficialmente na Otan”, disse a emissora, citando o primeiro-ministro.

Folha: Adesão da Finlândia à Otan vai dividir o mundo em dois campos

“Isso é muito importante para a cooperação do norte. Este apoio é um sinal claro de nós. Faremos o nosso melhor para garantir que a Noruega ratifique rapidamente a adesão da Suécia e da Finlândia à OTAN”, disse Støre.
Segundo o governo norueguês, tanto a Finlândia quanto a Suécia já atendem aos critérios para ingressar na aliança de defesa. Segundo Støre, a adesão da Finlândia e da Suécia à OTAN contribuirá para a defesa e segurança coletiva no Atlântico Norte.
“Vamos fortalecer ainda mais nossa cooperação de defesa nórdica. Nossas forças armadas trabalham bem juntas e foram treinadas em conjunto por muitos anos. Agradecemos a contribuição significativa que a Finlândia e a Suécia já deram como países parceiros na OTAN”, acrescentou Stere.
A Rússia observou repetidamente que a OTAN visa o confronto. O secretário de imprensa do presidente da Federação Russa, Dmitry Peskov, afirmou que uma maior expansão da aliança não traria maior segurança para a Europa, a OTAN tem um caráter agressivo. Ao mesmo tempo, ele observou que não considerava a entrada da Suécia e da Finlândia na OTAN uma ameaça existencial à Rússia. O presidente russo, Vladimir Putin, em conversa com seu colega finlandês Sauli Niinistö na semana passada, observou que abandonar a política tradicional de neutralidade militar seria errôneo, já que não há ameaças à segurança da Finlândia. Na sua opinião, uma mudança na política externa do país poderia ter um impacto negativo nas relações russo-finlandesas, que há muitos anos foram construídas no espírito de boa vizinhança e cooperação em parceria, e foram mutuamente benéficas.

“Será uma pena”: os turcos pediram para não deixar a Suécia e a Finlândia entrarem na OTAN



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.