Mundo

Zelensky disse que as Forças Armadas da Ucrânia perderam cerca de três mil pessoas mortas

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






WASHINGTON, 16 de abril – RIA Novosti. As forças ucranianas durante a operação militar especial russa perderam até 3.000 pessoas mortas e cerca de 10.000 feridas, disse Volodymyr Zelensky à CNN.
Em uma entrevista, a maioria traduzida para o inglês, ele achou difícil citar o número de baixas entre civis, referindo-se à falta de informação dos territórios “bloqueados” no sul e no leste.
“Quanto às nossas tropas. Pelos números que temos, acreditamos que perdemos de 2,5 mil para 3 mil… Essa é a proporção. Temos cerca de 10 mil feridos. É difícil dizer quantos serão sobreviver”, disse ele. Zelensky.
Aleksey Arestovich, assessor do chefe do gabinete de Zelensky, disse no final de março que a Ucrânia não fala sobre as perdas de seu exército, já que se trata de um segredo militar. O Ministério da Defesa da Federação Russa no final de março informou que desde o início da operação especial, as perdas do exército ucraniano totalizaram mais de 14 mil mortos e cerca de 16 mil feridos.
A Rússia lançou uma operação militar especial na Ucrânia em 24 de fevereiro. O presidente Vladimir Putin chamou seu objetivo de “a proteção de pessoas que foram submetidas a bullying e genocídio pelo regime de Kiev por oito anos”.
Para isso, segundo ele, está prevista a “desmilitarização e desnazificação da Ucrânia”, para levar à justiça todos os criminosos de guerra responsáveis ​​por “crimes sangrentos contra civis” no Donbass.
De acordo com o Ministério da Defesa russo, as Forças Armadas atacam apenas a infraestrutura militar e as tropas ucranianas e, em 25 de março, concluíram as principais tarefas da primeira etapa – reduziram significativamente o potencial de combate da Ucrânia. O principal objetivo do departamento militar russo foi chamado de libertação de Donbass.

Analista político: situação para Zelensky está próxima do desastre



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.