Mundo

Um novo incidente com um policial americano provocou protestos nos Estados Unidos

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






WASHINGTON, 15 de abril – RIA Novosti. Breves protestos ocorreram na cidade de Grand Rapids, Michigan, depois que a polícia divulgou um vídeo em que um policial, incapaz de prender um motorista negro parado, atirou na cabeça dele.
O incidente ocorreu em 4 de abril, mas recebeu ampla publicidade apenas esta semana após a publicação de um vídeo da detenção, que se transformou na morte de uma pessoa.
Conforme decorre da filmagem publicada, o policial parou o carro para verificar os documentos do veículo, explicando que os números não correspondiam aos dados técnicos do carro. O motorista já havia saído do veículo até então, o que é uma violação em muitos estados onde as leis de trânsito exigem que você permaneça no veículo, a menos que um policial peça para você sair.
O policial pede o direito, o negro responde indistintamente, o policial pergunta se ele fala inglês e recebe uma resposta afirmativa, o motorista abre a porta, mas não alcança os direitos, mas olha em volta. O policial decide prendê-lo, é feita uma tentativa de fuga, e então começa uma luta desajeitada entre o policial subdimensionado e o delinquente atarracado que consegue ficar de pé. Quando um policial tenta usar um choque e assim derruba o detento, ele retira o dispositivo. O policial, tendo caído de cima, faz uma série de tentativas frustradas de imobilizar o detento e, em seguida, tira uma pistola do cinto e atira na cabeça dele.

23 feridos em tiroteio no metrô de Nova York

De acordo com o relatório da polícia datado de 4 de abril, “o detido morreu devido aos ferimentos”. O policial, cujo nome ainda não foi divulgado, foi suspenso temporariamente do trabalho.
Segundo a mídia local, a vítima do incidente era um nativo do Congo Patrick Lioya, de 26 anos. Seus parentes exigem a publicação do nome do policial e pedem para levá-lo à justiça. Após a divulgação do vídeo na quarta-feira, várias centenas de pessoas se reuniram do lado de fora do departamento de polícia da cidade exigindo “pare com isso”. Na noite de quinta-feira, o número de manifestantes não ultrapassou mais de vinte pessoas.
Há uma alta probabilidade de que nenhuma responsabilidade virá para o policial.

NYPD revela novos fatos no caso de tiroteio no metrô do Brooklyn



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.