Manchetes

Parques que Osasco fez pra nós amarmos…

Entrada do Parque ANA LUIZA, que abriga o Borboletario de Osasco.

Felizmente, Osasco tem hoje mais parques do que tinha num passado recente. Fruto de uma política correta do prefeito para ampliar espaços de lazer, integrar o ambiente municipal e preservar a flora da região, com o objetivo de melhorar a vida das pessoas que vivem por aqui. O sucesso mais recente é o Pet Parque, espaço necessário e seguro para todos que tem animais de estimação e que conta com uma equipe permanente do pessoal da Zoonose da cidade.
 
POR QUE SURGIRAM OS PARQUES PELO MUNDO
Dicionários e enciclopédias definem os parques como espaços públicos de média ou grande dimensão, onde predomina cobertura vegetal, espaços de lazer e recreação. Historicamente, os primeiros parques urbanos surgiram na China e no Egito.
Na China, os parques tinham um sentido religioso e filosófico, com uma simbologia para cada um desses elementos. Já no Egito, os parques tinham como principal função amenizar o forte calor das residências da época.

A partir do século XVIII, com a Revolução Industrial na Europa, as cidades passaram a conviver com aumento da insalubridade, por causa principalmente do crescimento das cidades.  Para isso, o surgimento dos parques buscava resgatar a tranquilidade do campo, com áreas verdes que – de alguma forma – combatessem a poluição sonora e do ar, além dos maus costumes com relação ao descarte do lixo produzido pela população.

JARDIM BOTÂNICO, NOSSO PRIMEIRO PARQUE PÚBLICO.
No Brasil, nosso primeiro parque foi criado por Dom João VI no início do século XIX, no Rio de Janeiro. É o Jardim Botânico, até hoje famoso por suas Palmeiras Imperiais dispostas com nobreza na entrada do parque.

OS PARQUES DE OSASCO
Temos hoje parques importantes na zona sul e norte. O mais famoso, Chico Mendes preserva a nascente do Córrego Bussocaba, que passa canalizado em frente à Prefeitura e percorre poluído a avenida Maria Campos.  Há a reserva da Mata Atlântica na zona norte. Há o Parque Manoel Manzano, também chamado Parque dos Metalúrgicos, que fica numa região esquecida pelo poder público e muito bem lembrada pelo atual prefeito, que construiu um moderno espaço para a população da região, inaugurando-o em 22 de março de 2014.

Mais o que eu mais gosto, por razões pessoais, é o antigo Parque do Piratininga, agora Parque ANA LUIZA Moura Freitas, novo nome desde 17 de agosto de 2013.  O espaço fica num bairro popular e tradicional, era um antigo viveiro de plantas e árvores da cidade, tem dentro dele um Borboletário – referência nacional como um zoológico de borboletas –  que nos ensina a compreender o papel das borboletas na natureza.  É muito frequentado por moradores e estudantes do município. E tem o nome em homenagem à minha filha, jovem ativa, solidária, com muitos amigos e cheia de sonhos. Queria ser veterinária e faria 19 anos no dia 27 de julho.

MARCO AURÉLIO RODRIGUES FREITAS, JORNALISTA, HISTORIADOR E PROFESSOR.

 

Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.