Manchetes

PGR recebeu provas para eventual inquérito contra Aécio Neves

O deputado estadual Rogério Correia e os deputados federais Padre João e Adelmo Leão estiveram hoje, dia 19 de março, na sede da Procuradoria-Geral da República, em Brasília, onde foram recebidos no gabinete do Procurador-Geral Rodrigo Janot pelo Secretário de Relações Institucionais Dr. Peterson de Paula Pereira. Na ocasião, os parlamentares apresentaram uma representação solicitando a inclusão do senador Aécio Neves nas investigações da Operação Lava Jato.

De acordo com os parlamentares, já existem “provas suficientes” para que se abra um inquérito em nome do senador tucano, em especial após a divulgação do vídeo em que o doleiro Alberto Yousseff afirma ter transportado para o ex-deputado estadual pelo PSDB José Janene propinas pagas pela empresa Bauruense por contratos em Furnas.

O esquema ao qual o doleiro se refere remonta ao caso da Lista de Furnas, alvo de uma denúncia realizada em 2012 pela então procuradora do Ministério Público Federal no Rio de Janeiro Dra. Andrea Bayão. À época da denúncia, a procuradora já havia acumulado provas que ensejavam a abertura de um inquérito, inclusive um laudo da Polícia Federal autenticando a Lista de Furnas.

O Secretário da PGR Dr. Peterson de Paula Pereira recebeu as denúncias e se prontificou a dar encaminhamento a elas. Esperamos agora que o Ministério Público Federal entenda a necessidade de abertura de inquérito para investigar o senador Aécio Neves e que o caso não tenha desfecho semelhante ao ocorrido com o aeroporto de Claudio, negligenciado pelo judiciário brasileiro.

Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.