Presidente da Fifa interrogado pelo Ministério Público — CMIO Esportes

Gianni Infantino, presidente da Fifa, se reuniu com promotores especiais suíços nesta terça-feira em meio a uma investigação sobre suas supostas reuniões com o procurador-geral do país como parte de uma investigação mais ampla sobre dirigentes do futebol.

Recomendações de processos criminais contra Infantino foram emitidas em 2020 por outro promotor especial, que desde então foi afastado do caso por um tribunal federal na Suíça em meio a possíveis incitações a abuso de cargo público e quebra de sigilo oficial.

O promotor especial Hans Maurer confirmou à Associated Press que “uma audiência de confronto foi realizada no processo”, que ocupou ao lado de outro promotor, Ulrich Weder.

No entanto, não comento sobre o tempo, escopo e propósito desta audiência”, acrescentou Maurer.


Chefe da FIFA reage após raiva por selfie perto do caixão de Pelé

A investigação gira em torno de três reuniões não reveladas que supostamente foram realizadas em 2016 e 2017 entre Infantino e o então procurador-geral Michael Lauber, logo após Infantino ser eleito presidente da FIFA e após investigações americanas e suíças sobre o antecessor de Infantino, Joseph Blatter.

Questionados pela mídia sobre os encontros de 2018, tanto Infantino quanto Lauber afirmaram não se lembrar dos assuntos que foram discutidos.

Lauber foi posteriormente afastado de seu cargo quando foi alegado que ele havia obstruído os promotores que tentavam descobrir mais informações sobre o assunto das reuniões com Infantino.

A FIFA não comentou sobre o desenvolvimento mais recente, mas disse anteriormente que “tanto a FIFA quanto o presidente da FIFA estão totalmente disponíveis para cooperar com as autoridades, seja no que diz respeito às reuniões que o presidente da FIFA teve com o ex-procurador-geral da Suíça, ou qualquer outra coisa.”

Infantino deve ser reeleito para o cargo principal da Fifa em março, depois de concorrer sem oposição ao cargo por mais um mandato de quatro anos, desde que passe por uma verificação de elegibilidade e integridade como parte do processo.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo internacional

Ver fonte