Messi marca para manter vivas as esperanças da Argentina na Copa do Mundo – CMIO Esportes

O capitão argentino marcou na vitória decisiva de seu time contra o México, no Catar

A Argentina reviveu suas chances de chegar à fase de mata-mata da Copa do Mundo no Catar, com gols de Lionel Messi e Enzo Fernandez dando a eles uma vitória por 2 x 0 sobre o México.

Depois de sofrer uma derrota inicial para a Arábia Saudita em uma das maiores surpresas da história da Copa do Mundo, a Argentina sabia que uma repetição contra o México acabaria com suas esperanças no Catar, enquanto um empate também deixaria seu destino por um fio.

No final, foi Messi para o resgate novamente, ao marcar um gol aos 64 minutos, antes de Fernandez adicionar um segundo brilhantemente marcado nos momentos finais.

Depois que a Polônia venceu a Arábia Saudita por 2 x 0 no início do sábado, o Grupo C segue para o que promete ser um desfecho apertado na quarta-feira, quando os poloneses enfrentarão a Argentina e o México enfrentará os sauditas.

A Polônia atualmente lidera com quatro pontos, com Argentina e Arábia Saudita empatadas em três e o México na última posição com um ponto em suas duas partidas.

O fato de a Argentina continuar viva novamente se deve em parte ao capitão Messi, que igualou o recorde de Diego Maradona de 21 partidas em jogos da Copa do Mundo por seu país.

A atmosfera barulhenta nas arquibancadas do Lusail Stadium não foi inicialmente igualada pela ação em campo no primeiro tempo, já que os dois times lutaram para criar chances.

O ala mexicano Alexis Vega testou o goleiro argentino Emi Martinez com uma cobrança de falta pouco antes do intervalo, enquanto Messi cobrou sua própria cobrança de falta por cima do travessão aos cinco minutos do segundo tempo em uma posição que parecia promissora.

Mas a Argentina, bicampeã do torneio, começou a pressionar e o avanço veio logo após a marca de uma hora por meio de seu talismã.

Pegando a bola na entrada da área, Messi se arrastou para abrir espaço antes de enviar um remate rasteiro para o canto inferior, fora do alcance do desesperado goleiro mexicano Guillermo Ochoa.

A multidão explodiu quando Messi levantou os braços em comemoração, bem ciente da magnitude de um gol que reacendeu as esperanças da equipe de Lionel Scaloni na Copa do Mundo.

O México não conseguiu dar a volta por cima, e o substituto Fernández dobrou a vantagem da Argentina aos 87 minutos, quando o meio-campista recebeu um passe de Messi dentro da área, acertando um excelente chute no canto mais distante.

Messi, 35, já disse que este será o seu canto do cisne da Copa do Mundo.

Apesar de ter encerrado sua passagem pela Argentina ao vencer a Copa América no ano passado, a Copa do Mundo continua sendo uma omissão flagrante em um currículo brilhante no qual ele ganhou todos os prêmios possíveis em nível de clube, além de sete Bolas de Ouro.

Messi e a Argentina vão dar um suspiro de alívio por viverem para lutar mais um dia no Catar, rumo à última rodada dos jogos do Grupo C.

Verificado por RJ983

Conteúdo internacional

Ver fonte