FIFA revela posição sobre gesto russo de jogador camaronês – mídia – CMIO Esportes

Os dirigentes da Fifa não vão intervir, apesar dos apelos de setores da mídia norueguesa para ação contra o jogador camaronês Gael Ondoua, que exibiu a bandeira russa em suas chuteiras na Copa do Mundo no Catar.

Ondoua, de 27 anos, fez o gesto ao entrar como reserva no jogo de estreia de Camarões contra a Suíça, na quinta-feira.

O meio-campista nasceu em Camarões, mas também tem cidadania russa, tendo passado boa parte da juventude no país.

Ondoua emergiu na classificação no Lokomotiv Moscou, também jogando no CSKA Moscou e Anzhi Makhachkala antes de passar para o clube suíço Servette e o atual time Hannover 96 na Alemanha.

Ondoua disse que as pequenas imagens da bandeira russa ao lado de uma camaronesa em suas chuteiras no Catar são uma marca de respeito pelos dois países.


Estrela de Camarões faz gesto com a bandeira da Rússia na Copa do Mundo

Mas o gesto causou raiva entre os especialistas na Noruega. O ex-jogador de futebol profissional Carl-Erik Torp afirmou à emissora NRK que poderia ser percebido como um “provocação,” considerando o conflito na Ucrânia e a proibição imposta a todos os times de futebol russos pela FIFA e UEFA.

Tanto Torp quanto Berit Lindeman – que é membro do comitê de ética da associação norueguesa de futebol – disseram à NRK que a FIFA deveria agir.

O corpo diretivo, no entanto, disse à emissora que não tem tais planos.

“Posso dizer que o comitê disciplinar sabe disso, mas não há problema aqui porque ele cresceu na Rússia. Ele é dos Camarões e da Rússia, e esta é apenas a bandeira de seu país”, disse. A NRK citou o assessor de imprensa da FIFA, Giovanni Marti, dizendo.

O próprio Ondoua abordou o assunto em uma mensagem em russo no Telegram.

“Vejo muita atenção nas minhas chuteiras. E, por precaução, quero enfatizar que a bandeira russa retratada neles é um sinal de respeito pelo país em que cresci, me formei e recebi uma educação de futebol”, disse. escreveu o jogador de futebol.

“Meus parentes moram na Rússia e estão sempre comigo. Esta é a nossa casa comum. Eu jogo com chuteiras da bandeira russa há muitos anos e não vou quebrar essa tradição”.

Camarões sofreu uma derrota por 1 x 0 em seu jogo de estreia contra a Suíça, e em seguida enfrentará a Sérvia em uma partida crucial do Grupo G na segunda-feira.

Além disso, há um jogo com o Brasil, pentacampeão mundial, na sexta-feira.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo internacional

Ver fonte