Esportes

Sensação adolescente quebra recorde de jogador mais jovem da Premier League – CMIO Esportes

O meia-atacante de 15 anos do Arsenal, Ethan Nwaneri, se tornou o jogador mais jovem da história da Premier League no domingo, quando foi retirado do banco pelos londrinos na vitória por 3 x 0 sobre o Brentford.

Nwaneri substituiu Fabio Vieira nos momentos finais da vitória que elevou os Gunners de volta ao topo da tabela da primeira divisão inglesa e, por sua vez, superou Harvey Elliott, do Liverpool, no livro dos recordes.

Enquanto ainda atuava no Fulham em 2019, Elliot tinha 16 anos e 30 dias em sua estréia sênior e, portanto, quebrou o recorde anteriormente detido por outro produto da academia do Fulham, Matthew Briggs, por quase 12 anos.

Em 13 de maio de 2007, Briggs tinha 16 anos e 65 dias quando estrelou pelo West Londoners em uma partida fora de casa no Middlesbrough.

Nascido em 21 de março de 2007 na Inglaterra de pais nigerianos, Nwaneri é agora o novo detentor do recorde aos 15 anos e 181 dias depois que Mikel Arteta lhe deu uma corrida.

A aparição deveria ser esperada, dada a impressionante trajetória de Nwaneri até agora. Já fazendo várias aparições pelos sub-18 do Arsenal, ele também representou a equipe sub-16 da Inglaterra quando ainda tinha 14 anos.

A façanha de Nwaneri vem depois que o estudante da Irlanda do Norte Christopher Atherton, aos 13 anos e 329 dias de idade, se tornou o jogador mais jovem da história do Reino Unido quando jogou pelo Glenavon contra o Dollingstown em uma vitória na Copa da Liga.

Explicando as circunstâncias que levaram à estreia de Nwaneri, Arteta disse: “Temos a oportunidade de trazer jogadores jovens.


Trinity Rodman, filha de 18 anos do ícone da NBA Dennis, faz história no futebol feminino dos EUA com gol minutos em sua estreia (VÍDEO)

“Somos muito curtos e as oportunidades surgem quando surgem problemas”, acrescentou o espanhol, em uma tarde em que seus comandados terminaram no topo da lista depois que o Manchester City e o Tottenham, rival do norte de Londres, venceram suas partidas no sábado.

Dobrando a vantagem do Arsenal aos 28 minutos após um gol de William Saliba 11 minutos antes, Gabriel Jesus homenageou o companheiro de seleção brasileiro Vinicius Jr. copiando sua comemoração de gol dançante.

Na noite de quinta-feira, o ala foi acusado de ter recebido ofensas raciais quando um importante agente de futebol, Pedro Bravo, o aconselhou a “pare de brincar de macaco” sambando depois de marcar no programa El Chiringuito de Jugones da televisão espanhola.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo internacional

Ver fonte




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.