Esportes

UEFA comenta planos russos para amistoso em meio à fúria ucraniana — CMIO Esportes

A Ucrânia pediu à UEFA e à FIFA que impeçam a Rússia de receber a Bósnia-Herzegovina para um amistoso internacional em novembro

A Uefa disse que o amistoso internacional de futebol planejado entre Rússia e Bósnia e Herzegovina, marcado para São Petersburgo em novembro, não viola suas sanções atuais, segundo a TASS.

A União Russa de Futebol (RFU) e sua contraparte bósnia confirmaram na semana passada que uma partida entre os dois países está sendo planejada para a Gazprom Arena, com 67.000 lugares, em 19 de novembro.

Além disso, a RFU anunciou anteriormente um amistoso contra o Quirguistão agendado para Bishkek em 24 de setembro e uma disputa com o Irã marcada para novembro, mas com data e local ainda a serem determinados.


Rússia confirma visitantes para amistoso de futebol

A visita da Bósnia-Herzegovina à Rússia causou particular fúria nas autoridades do futebol ucraniano, que emitiram um comunicado exigindo que a UEFA e a FIFA intervenham para evitar que o jogo se realize.

A Federação Ucraniana de Futebol também alegou que os dirigentes do futebol bósnio “prejudicar a imagem do seu país” por fazer parte da ocasião.

Em comunicado à TASS, no entanto, a Uefa disse que os amistosos não estavam sob sua jurisdição e indicou que o jogo não violaria a proibição imposta às equipes russas das competições da Uefa.

A FIFA ainda não respondeu a um pedido semelhante para esclarecer sua posição, informou a TASS.

Dirigentes do futebol bósnio enfrentaram críticas de dois de seus jogadores mais importantes pela decisão de ir para a Rússia, com Miralem Pjanic e Edin Dzeko questionando a mudança.

A seleção masculina russa não joga desde a partida de qualificação para a Copa do Mundo do Catar da FIFA contra a Croácia, em Split, em novembro passado.


Rússia anuncia jogo contra o Irã

Gerenciada por Valeri Karpin, a equipe foi posteriormente impedida de tentar chegar ao Qatar 2022 depois de ser removida da semifinal do playoff das eliminatórias europeias contra a Polônia, marcada para Moscou em março.

A Polônia foi dispensada e garantiu seu lugar no Catar ao derrotar a Suécia na final do playoff de qualificação.

Desde então, autoridades do futebol russo perderam um recurso contra as proibições da UEFA e da FIFA no Tribunal de Arbitragem do Esporte (CAS) na Suíça, mas indicaram que poderiam levar o caso a uma autoridade superior na forma do Supremo Tribunal Federal Suíço.

Verificado por RJ983

Conteúdo internacional

Ver fonte




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.