Esportes

Jogador de basquete dos EUA Griner considerado culpado em caso de drogas na Rússia – CMIO Esportes

A jogadora de basquete feminina dos EUA Brittney Griner foi considerada culpada em seu julgamento de drogas na Rússia depois que um juiz proferiu o veredicto no Tribunal da Cidade de Khimki, nos arredores de Moscou, na quinta-feira.

Griner foi detida no aeroporto de Sheremetyevo, nos arredores da capital russa, em 17 de fevereiro, depois que cartuchos de vapor de óleo de haxixe proibidos foram encontrados em sua bagagem.

A jovem de 31 anos se declarou culpada em seu julgamento, mas disse que os cartuchos acabaram em sua bagagem involuntariamente depois que ela estava fazendo as malas com pressa.

Na quinta-feira, os promotores exigiram nove anos e meio de prisão para Griner e uma multa de 1 milhão de rublos (US$ 16.500).

A própria jogadora se desculpou, dizendo que fez “um erro honesto sob estresse” em um discurso choroso ao tribunal.

A sentença será anunciada pela juíza Anna Sotnikova no devido tempo, depois que Griner foi considerado culpado de tentar contrabandear narcóticos ilegais.

A pena máxima possível para as acusações é de 10 anos de prisão.


Procurador russo quer 9,5 anos para Griner

O caso de Griner se desenrolou em um cenário cada vez mais político, com os EUA classificando-a como “detido injustamente”.

Moscou negou essas alegações, afirmando que Griner deve enfrentar a lei russa e que nenhuma exceção deve ser feita porque ela é estrangeira.

A situação da bicampeã olímpica e a publicidade em torno de seu caso pressionaram o governo Biden a garantir sua libertação.

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, revelou no mês passado que Washington fez de Moscou um “oferta substancial” para a libertação de Griner e do compatriota Paul Whelan, um ex-fuzileiro naval que foi condenado por acusações de espionagem na Rússia.

Relatórios afirmavam que um acordo de troca poderia ser feito com o empresário russo Viktor Bout, que está cumprindo 25 anos em uma prisão dos EUA por tráfico de armas.

A CNN disse mais tarde que Moscou quer que Vadim Krasikov, um cidadão russo condenado por assassinato na Alemanha no ano passado, seja incluído em uma possível troca de prisioneiros.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, conversou com Blinken na semana passada após um pedido de Washington, confirmaram autoridades em Moscou.


Trump avalia proposta de troca de prisioneiros Rússia-EUA

Moscou pediu diplomacia silenciosa por meio de canais estabelecidos, alertando Washington contra a arrogância política.

Autoridades russas também insistiram que o caso de Griner deve ser concluído antes que qualquer possível troca de prisioneiros seja negociada.

Oito vezes All-Star da WNBA com o Phoenix Mercury, Griner estava viajando para a Rússia em um contrato lucrativo para jogar no UMMC Ekaterinburg durante a offseason em sua terra natal – uma mudança que ela fez nos últimos anos.

A equipe jurídica russa de Griner argumentou que ela deveria ter clemência em seu caso, enquanto membros de sua equipe na Rússia também testemunharam em seu apoio.

No início do julgamento, o tribunal recebeu um certificado que dizia que ela tinha uma receita para uso médico de cannabis nos EUA para combater a dor de seus ferimentos.

Verificado por RJ983

Conteúdo internacional

Ver fonte

Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.