Esportes

Chelsea enfrenta golpe com meta de transferência de longo prazo — CMIO Esportes

O Barcelona está mais perto de anunciar a contratação do jovem zagueiro francês Jules Kounde, do Sevilla, da La Liga, em uma mudança que sinalizará mais decepção para os planos de transferência de verão de Thomas Tuchel e Chelsea.

Pela segunda vez em questão de semanas, o Chelsea parece prestes a perder o principal alvo para o clube catalão depois que os londrinos foram derrotados pela contratação da ala brasileira Raphina – e a história parece ter se repetido mais uma vez, de acordo com o futebol Fabrizio Romano, que diz que um acordo de £ 46 milhões (US $ 55 milhões) está perto de ser concluído.

Isso ocorre depois que o Chelsea parecia estar na pole position para contratar o zagueiro francês de 23 anos, enquanto o técnico dos Blues, Tuchel, tenta preencher o vazio na linha defensiva deixado pelas saídas de Antonio Rudiger e Andreas Christensen – o último dos quais também ingressou no Barcelona em uma transferência gratuita.

A iminente transferência de Kounde ocorre depois que o Chelsea teria concordado com uma taxa com o Sevilla e encontrado um acordo com o jogador em seus termos pessoais, mas parece que o zagueiro zagueiro teve sua cabeça balançada pelo interesse do time de Xavi do Barça, que reabasteceram suas fileiras neste verão, apesar de estar atolado em sérios problemas financeiros.

A contratação é incomum, dada a situação financeira do Barcelona. Os gigantes catalães aumentaram seus cofres leiloando futuros direitos de TV para financiar seus gastos nas últimas semanas, mas acredita-se que dependam fortemente de algumas despesas significativas antes que a janela de transferências seja fechada.

Eles chegaram a um acordo com o Manchester United pela venda do meio-campista holandês Frenkie de Jong, mas entende-se que o meio-campista não tem interesse em uma reunião com seu ex-técnico do Ajax, Erik ten Hag, em Old Trafford.

O Barça também contratou jogadores como o artilheiro polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, bem como o meio-campista Franck Kessie, em uma transferência gratuita do campeão italiano AC Milan.

Tuchel e Chelsea agora terão que recalibrar sua estratégia de transferência antes do início da nova temporada.

Eles adicionaram o capitão do Senegal Kalidou Koulibaly à sua linha defensiva, assim como Raheem Sterling na frente, mas ainda precisam de reforços significativos para substituir os jogadores que estão saindo.

Eles também falharam em acordos para contratar Nathan Ake, do Manchester City, e Presnel Kimpembe, do Paris Saint-Germain.

Esperava-se que os Blues vendessem o capitão do clube Cesar Azpilicueta e o zagueiro Marcos Alonso para o Barcelona, ​​embora isso agora permaneça incerto à luz dos desenvolvimentos de Kounde.

As opções de Tuchel estão diminuindo no mercado de transferências, mas acredita-se que o defensor do RB Leipzig, Josko Gvardiol, e Wesley Fofana, do Leicester, possam ser os próximos nomes na lista de compras do novo proprietário, Todd Boehly.

Isto é, a menos que o Barcelona mais uma vez os vença.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:



Verificado por RJ983

Conteúdo internacional

Ver fonte




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.