Diretiva Nacional

Oficiais resgatam 209 animais silvestres do tráfico na Malásia

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Foto: TRAFFC

Autoridades da vida selvagem da Malásia prenderam cinco pessoas e salvaram 209 animais silvestres vivos destinados ao comércio de animais “exóticos”. A grande maioria dos animais resgatados era aves prestes a ser contrabandeadas para fora do país por um único comerciante.

Em uma das cinco operações realizadas nas últimas duas semanas de fevereiro, os oficiais do Department of Wildlife and National Parks Peninsular Malaysia (Perhilitan) fizeram uma tentativa frustrada, no Estado da costa leste de Pahang, de salvar 156 Shamas Copsychus malabaricus, três Common Hill Mynas Gracula religiosa e seis Red Junglefowls Gallus gallus.

O White-rumped Shama e o Common Hill Myna estão entre as 28 espécies listadas como em necessidade de uma ação prioritária na estratégia de Resgate de Songbirds no Sudeste da Ásia do Comércio que foi divulgada no último mês no Segundo Simpósio da Crise Comercial Asiática de Songbirds, co-organizado pela TRAFFIC e pela Wildlife Reserves Singapore.

Um cidadão de Bangladesh também foi preso no Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur transportando 35 tartarugas Geoclemys hamiltonii em duas malas. A espécie está listada no Apêndice I da Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies de Fauna e Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção (CITES), o que significa que o comércio internacional dos animais é proibido.

O homem tinha chegado em um voo de Dhaka, Bangladesh. Ele foi acusado de acordo com a Lei de Conservação de Animais Selvagens de 2010 e libertado sob fiança sob julgamento, disse o diretor-geral da Perhilitan, Abdul Kadir, em uma coletiva de imprensa.
A fiança de aproximadamente US$ 2790 foi paga por um cidadão malaio, Abdul Kadir acrescentou, dizendo que o caso seria ouvido no final de março.

Em outras operações, os agentes salvaram uma pequena lontra Aonyx cinereus e uma civeta Paradoxurus hermaphroditus de uma mulher local e quatro aves de rapina de outra mulher local. Os oficiais também salvaram um jovem crocodilo Crocodylus porosus de um morador da região.

Todas as três pessoas foram localizadas em cidades separadas no Estado de Selangor e todas serão acusadas sob a Lei de Conservação da Vida Selvagem. Coletivamente, os cinco presos podem enfrentar multas de aproximadamente US$ 197.670 caso sejam condenados, segundo a TRAFFIC.

Comments

comments

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.