Diretiva Nacional

Gata tem vida transformada após ser resgatada de chaminé

Tradução de Ana Luiza Yoneda / Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Edgar's Mission

Edgar’s Mission

Pam Ahern está acostumada a resgatar diversos tipos de animais que vivem em fazendas — ovelhas, porcos, cabras, galinhas — como parte do seu trabalho gerenciando o santuário Edgar’s Mission em Victoria, na Austrália. No entanto, Ahern não está acostumada a resgatar gatos.

Quando recebeu uma ligação de uma mulher que a informou sobre uma gatinha presa dentro de uma chaminé em uma padaria local, ela sabia que tinha que ajudar.

De acordo com a mulher, que se identificou apenas como Jessica, a gatinha chorou por horas — talvez dias — mas todos na padaria a ignoraram. Todos, com exceção de Jessica.

Edgar's Mission

Edgar’s Mission

Ela pediu ajuda ao proprietário da padaria, mas ele se recusou. Ela ligou para a polícia local, que também não quis ajudá-la. Então ela tentou contatar o serviço de emergência do estado, veterinários locais, e grupos de resgate de animais selvagens, mas segundo Ahern, ninguém ofereceu apoio.

Eventualmente, Jessica encontrou o contato do Edgar’s Mission. Ahern foi quem atendeu a ligação. “Logo percebemos que éramos a última esperança para Jessica e a gatinha. Era um domingo movimentado, mas o sofrimento do pobre animal mexeu muito comigo, então eu fui auxiliar” contou Ahern.

Edgar's Mission

Edgar’s Mission

Quando Ahern chegou à padaria, ela viu que não seria um resgate fácil. A gata havia caído muito profundamente dentro da chaminé — Ahern suspeita que sua mãe estava tentando carregá-la pelo telhado quando ela caiu. O proprietário do local deu instruções para que ela não danificasse a sua propriedade.

Além disso, o filhote era muito novo — tinha em torno de 10 dias de idade. Ahern se preocupou se ela ia conseguir sobreviver, especialmente porque estava na chaminé há alguns dias.

Mas isso não a faz desistir. Ela se contorceu pela chaminé, passando por teias de aranha e fuligem, e conseguiu pegar a gatinha em segurança. O filhote recebeu o nome de Jessica, em homenagem à mulher que salvou sua vida.

A gata Jessica estava magra, faminta e desidratada, porém estava viva — a parte mais importante. Ahern a levou para o santuário, onde a vida da gatinha mudou para sempre.

Edgar's Mission

Edgar’s Mission

“Tão vulnerável, Jessica entrou no meu macacão e pôde conhecer muitos, muitos animais na fazenda, especialmente os vários órfãos que iam para o consultório/enfermaria durante o dia”, disse Ahern.

A nova residente pareceu amar todos os animais, mas adorou especialmente o cão de Ahern, E.T. Eles se tornaram melhores amigos até que E.T. faleceu no ano passado. Jessica também amou “treinar” Ahern e os outros funcionários no Edgar’s Mission.

“Uma das suas brincadeiras preferidas era ver quem iria abrir a porta para ela. Nós trabalhamos em um escritório que termina no lounge da minha casa. Jessica espera até que todos estejam sentados e aparece no outro lado da porta de vidro e fica arranhando-a freneticamente até que alguém se levante e a deixe entrar. Então, para se divertir, ela decide que quer voltar para a casa e fica novamente arranhando o vidro até que alguém se levante… e a deixe entrar na casa”, explicou Ahern.

Edgar's Mission

Edgar’s Mission

Agora que está mais velha, Jessica gosta de ”impor” sua autoridade sobre os outros gatos resgatados. “Desde que eles entendam que Jessica é a gata ‘principal’, as coisas ficam tranquilas. Nós até a espiamos brincando com eles, mas não deixaremos que ela saiba que vimos isso”, contou Ahern ao The Dodo.

Ela também finge odiar quando os fofos carneirinhos órfãos roubam a sua cama, mas provavelmente não se importa com isso também. Os outros animais claramente adoram Jessica assim como Ahern. “Amo como ela sobe no seu colo e estica suas patas em direção a sua boca para que você as beije e também a forma como ela olha nos meus olhos e lentamente fecha os dela como se estivesse no melhor lugar do mundo. Faz com que eu me sinta abençoada”, relatou Ahern.

Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.