Diretiva Nacional

Gatinho é mutilado para ser vendido como animal de raça

Divulgação

Divulgação

O mercado dos animais domésticos é milionário. Gatos e cachorros, são cruelmente comercializados por altos valores. E, mesmo tendo a opção e necessidade de animais para adotar, muitas pessoas ainda preferem comprar. Joanne Dyck foi uma dessas, ela queria um gato sem pelo, da raça sphynx, e para isso investiu 700 dólares, aproximadamente 2.500 reais.

Depois de algumas semanas que estava com o animal em casa, descobriu que havia sido enganada. A pessoa que realizou a venda transformou o gatinho de maneira que ele parecesse ser um exemplar da raça. Com o passar do tempo o pelo de Vlad, nome dado a ele, cresceu e a verdade veio à tona.

Os vendedores realizavam uma atividade desumana de tortura ao arrancar os bigodes, passar cremes depiladores e fazer marcas a partir de cortes ou queimaduras nos filhotinhos. “No início achei que ele estivesse chorando por falta da mãe”, disse Joanne ao site Bored Panda. Depois ela entendeu que na verdade o gato reclamava de dor.

“Ele era um gatinho minúsculo, com não mais que oito semanas de idade, e estava careca. Completamente sem pelos”, disse JoAnne. “Parecia um Sphynx porque era muito, muito magro e seu rosto era muito angular”.

Mas quando a mulher levou Vlad ao veterináro, ela constatou que havia caído num golpe. O veterinário informou que Vlad teve os pelos raspados ou pode ter sido depilado com algum creme, o que causou algumas irritações na pele.

O caso que aconteceu em Alberta, no Canadá, mostra a grande importância da preocupação com a procedência dos animais vindos de fábricas de filhotes. Se a opção for realmente pela compra, e não pela adoção, é preciso que ela seja feita em um local com certificação e confiança. Dessa forma, maus-tratos aos animais não serão incentivados.

Divulgação

Divulgação

Fonte: 24 Horas News

Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.