Destaques

Fernando de Azevedo e Silva deixa Ministério da Defesa

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






O ministro da Defesa, Fernando de Azevedo e Silva, anunciou, nesta segunda-feira, que deixará o cargo. Em nota publicada no site do órgão, sem explicar o motivo, ele afirmou que deixa o posto que assumiu em janeiro de 2019 junto com a posse do presidente da república.
No texto, Fernando de Azevedo e Silva faz um agradecimento a Jair Bolsonaro a quem, segundo o ministro, dedicou total lealdade ao longo do período que esteve à frente do ministério.
Também disse no documento que preservou, no período, as Forças Armadas como instituições de Estado. Fez ainda um reconhecimento de gratidão aos comandantes da Marinha, Exército e Aeronáutica que, de acordo com ele, nunca mediram esforços para atender as necessidades e emergências da população brasileira.
Por fim, Fernando de Azevedo e Silva afirma que sai do cargo com a certeza da missão cumprida.
O militar foi chefe do Estado-Maior do Exército, um dos postos de maior prestígio, e passou à reserva em 2018. Quando foi anunciado ministro, ele era assessor do então presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli.

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.