Osasco

Osasco participa do 13º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Texto: Olga Liotta
Imagens: SS/PMO

Uma equipe de profissionais da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Osasco participou do 13º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, realizado no Centro de Convenções de Salvador, na Bahia, promovido pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO), organização de apoio ao ensino, pesquisa, cooperação e prestação de serviços no campo da Saúde Pública/Saúde Coletiva. O tema central abordado foi “Saúde é democracia: diversidade, equidade e justiça social”. As atividades ocorreram de 19 a 24/11 estruturadas com base em 13 eixos temáticos.

Representaram Osasco as enfermeiras sanitaristas da Vigilância Epidemiológica, Amanda Villalba Alves da Silva e Domênica Aparecida Veneziano Urbano da Silva, e a enfermeira sanitarista e diretora do Departamento da Atenção Primária (DAB), Érica Lima da Silva.

O congresso é o maior e mais importante evento no campo da saúde pública e coletiva de País e reúne técnicos, profissionais, estudantes, professores e pesquisadores da área, além de instituições de ensino, pesquisa e serviço.

Osasco apresentou diversos trabalhos desenvolvidos pela equipe da Secretaria de Saúde, com os grupos da Vigilância Epidemiológica e da Atenção Primária.

“Esses trabalhos fazem parte dos resultados alcançados pelos profissionais da Saúde em melhorar a qualidade assistencial de forma técnica e direcionada a resultados”, destacou o secretário de Saúde, Fernando Machado.

Foram apresentados três temas:

“Sensibiliza SUS: uma experiência de sensibilização com profissionais da atenção primária à saúde em um município da Grande São Paulo”, focado na formação dos profissionais de saúde da atenção primária como componentes de qualificação das práticas de saúde e fortalecimento e desenvolvimento do SUS;

“Relação dos serviços de saúde com a rede intersetorial de enfrentamento à violência: mapeando serviços e reconhecendo desencontros”, cujo objetivo é contribuir para o reconhecimento mútuo entre serviços da rede assistencial e de enfrentamento à violência no município por meio do mapeamento de serviços e criação de guia próprio, buscando facilitar encaminhamentos assertivos e acesso dos munícipes em situação de violência aos serviços; e

“Gestantes Acometidas Pela Sífilis. Quem São? Onde Vivem?”. O estudo avalia o risco de sífilis congênita segundo as características sociodemográficas e assistenciais.

O 13º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva estimulou e promoveu reflexões e propostas que possam ser incorporadas à agenda da Saúde, da Educação e da Ciência e Tecnologia dos próximos governos, seja federal ou estaduais, de modo a contribuir para a reconstrução e redirecionamento das políticas públicas relevantes e estratégicas para o Brasil.

Também estiveram presentes Isabela Cardoso Pinto, presidente do 13º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, Rosana Onocko Campos, presidente da Abrasco e da Comissão Científica do 13º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, e Maurício Barreto, presidente de Honra do 13º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, entre outros.

Este conteúdo oficial foi verificado por RJ983

Fonte Oficial

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.