Osasco

Osasco terá botão do pânico no celular para atender mulheres com medidas protetivas

Texto: Juliana Oliveira
Foto: Marcelo Deck

Na abertura da Semana Municipal de Conscientização e Combate à Violência Contra a Mulher, o prefeito de Osasco, Rogério Lins, lançou o aplicativo SIIM Protege, uma espécie de Botão do Pânico no celular para atender e socorrer mulheres vítimas de violência doméstica com medidas protetivas.

“Para ter acesso ao SIIM Protege, a mulher recebe um link e preenche um cadastro, na sequência o App será instalado e entrará em funcionamento. Basta ela apertar para dar início ao monitoramento. Esse dispositivo é objetivo e rápido, porque as mulheres serão localizadas em tempo real por meio do geoprocessamento”, destacou o secretário de Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Econômico (Setide), Luciano Camandoni.

Segundo o secretário de Segurança e Controle Urbano, coronel José Virgolino, o botão do pânico é um instrumento extremamente importante no combate à violência contra a mulher, porque por meio de sua utilização será possível saber se as medidas protetivas estão ou não sendo cumpridas. “Caso um ex-companheiro ou um o ex-marido tentar se aproximar, a vítima terá condições de acionar a Guarda Municipal e a viatura mais próxima será deslocada para o local. Há dois meses o prefeito cobrou a equipe o desenvolvimento desse tipo de tecnologia de rastreamento para atender as mulheres”.

Para a secretária Executiva de Política para Mulheres e Promoção da Diversidade, Cintia Correia, a atual administração municipal tem trabalhado incansavelmente para que as políticas de combate e enfrentamento à violência contra a mulher na cidade sejam efetivadas. “Só é possível garantir esse trabalho por meio de ações intersecretarias, com a Rede Lilás, com os conselhos municipais e todos que estão envolvidos no combate e no fortalecimento. Nossa responsabilidade é muito grande em relação à garantia da política pública e estamos comprometidos a atender as mulheres da nossa cidade”.

De acordo com o prefeito Rogério Lins, as equipes da administração têm trabalhado todos os dias na construção de uma cidade com menos desigualdades e com mais direitos garantidos a todas as mulheres. “Estamos avançando e os projetos estão saindo do pensamento e se transformando em realidade. Esse aplicativo é um desses projetos que vêm para melhorar a nossa comunicação porque tem uma pronta resposta para as mulheres que passam por desafios e que sofrem qualquer tipo de violência”.

Segundo ele, hoje, além da casa abrigo, Osasco também conta com uma parceria com o Instituto Avon, que oferece hospedagem em hotel e alimentação para mulher vítima de violência e seus filhos. “São serviços protetivos, de caráter sigiloso, para garantir a segurança das mulheres vítimas de toda forma de violência”, afirmou.

Também participaram do lançamento, a vice-prefeita, Ana Maria Rossi, o secretário de Governo, Sergio Di Nizo, a secretária executiva de Igualdade Racial, Amanda França, a coordenadora da Guardiã Maria da Penha da Guarda Municipal, Noêmia Tenório, as vereadoras Elsa Oliveira e Juliana Ativoz, a representante da Rede Lilás, Alexandra Pontieri, e o Delegado Seccional, Maurício Guimarães Soares, entre outras autoridades.

Este conteúdo oficial foi verificado por RJ983

Fonte Oficial




Mostrar mais

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.