Gina Lollobrigida, ícone do cinema pós-guerra, morre aos 95 anos

A atriz italiana Gina Lollobrigida, um símbolo sexual mediterrâneo que passou a representar o vibrante renascimento da Itália após a Segunda Guerra Mundial, morreu aos 95 anos, disse sua ex-advogada nesta segunda-feira (16).

Após um passado humilde, Lollobrigida contracenou com estrelas de Hollywood como Humphrey Bogart, Rock Hudson, Burt Lancaster, Tony Curtis e Frank Sinatra, tornando-se um dos ícones do cinema mais reconhecidos dos anos 1950 e 1960.

La Lollo, como é carinhosamente conhecida na Itália, morreu em uma clínica em Roma, disse a advogada Giulia Citani.

Lollobrigida tornou-se fotógrafa e escultora depois de se afastar do mundo do cinema. Em setembro passado, ela não obteve sucesso em uma tentativa de conquistar uma cadeira no Senado italiano por um partido político de esquerda nas eleições nacionais.

*É proibida a reprodução deste conteúdo

Veja na fonte oficial – IMG Autor