Brasil

Padre Kelmon reúne apoiadores em local onde Bolsonaro levou facada

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Em agenda de campanha na cidade de Juiz de Fora (MG), o candidato a presidente da República pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Padre Kelmon, reuniu apoiadores no local onde Jair Bolsonaro levou uma facada em 2018. Ele se deslocou até o local em uma caminhada que partiu da Câmara Municipal. Embora seja um concorrente eleitoral, Padre Kelmon tem elogiado a gestão do atual presidente da República.

“Ele, neste lugar, sofreu uma tentativa de assassinato, mas Deus, que é misericordioso, o salvou e este homem está aí ajudando o Brasil a entrar nos eixos. Toda a esquerda é incapaz de falar das coisas boas deste governo porque só sabe mentir e enganar a todos nós. Se já está dando certo, poderá dar mais certo ainda com o PTB na Presidência da República”, discursou Padre Kelmon.

Candidato à Presidência da República foi ao local onde Jair Bolsonaro recebeu uma facada, em Juiz de Fora (MG).

Candidato à Presidência da República foi ao local onde Jair Bolsonaro recebeu uma facada, em Juiz de Fora (MG). – Divulgação de Campanha/ Padre Kelmon

Bolsonaro foi vítima de uma facada a um mês das eleições de 2018, na qual foi eleito presidente da República. O agressor, Adélio Bispo, está preso desde então. Em junho de 2019, ele foi absolvido após ser considerado inimputável por transtorno mental. No entanto, sua manutenção no presídio federal de Campo Grande vem sendo prorrogada levando em conta considerando sua periculosidade, e pedidos da defesa para sua transferência a um hospital psiquiátrico já foram rejeitados judicialmente.

Em caminhada, o candidato do PTB seguiu até a sede da legenda na cidade, onde lançou o Pacto pela Vida, um documento que traz seu posicionamento contra o aborto. “O aborto é o assassinato de uma pessoa humana já formada no ventre”.

Há duas semanas, ele começou a apresentar o documento a outros candidatos e os convocou a assiná-lo. A lei brasileira permite o aborto em casos de estupro e risco de morte para a gestante e considera estupro presumido toda relação sexual envolvendo menores de 14 anos. Sem fazer comentários sobre casos específicos, Padre Kelmon também vem abordando o tema nas redes sociais. “O Pacto pela Vida propõe um comprometimento verdadeiro, que confere legitimidade ao começo da vida desde a sua concepção até o término, na morte natural do homem. Somos contra o aborto e qualquer intervenção que possa ferir os valores da vida”, escreveu.

Veja na fonte oficial – IMG Autor

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.